Gimnasia terá oito alterações para enfrentar o Santos

Depois de duas derrotas seguidas, o Gimnasia La Plata está em crise. O treinador Pedro Troglio revelou que fará oito mudanças para enfrentar o Santos na quinta-feira, na Argentina, pelo Grupo 8 da Libertadores da América. Na partida da Vila Belmiro, realizada na semana passada, o clube resolveu poupar seus titulares para enfrentar o Boca Juniors e acabou perdendo os jogos em Santos por 3 a 0 e em Buenos Aires por 5 a 1.Depois disso, Troglio resolveu apostar em jogadores ofensivos, como o atacante Santiago Silva no lugar do meia Sergio Leal. O atacante, conhecido como ?El Tanque?, teve uma passagem rápida e apagada pelo Corinthians, em 2002.?Só nos interessa vencer a partida, mas devemos manter a tranqüilidade?, disse Troglio, que recebeu apoio da diretoria do clube após a derrota para o Boca Juniors, apesar dos boatos sobre sua demissão. O presidente Juan José Muñoz disse que ?a prestação de contas será feira ao final do contrato do treinador [em 30 de junho] e não agora?.O Gimnasia não conseguiu liberar seu estádio sem fazer as reformas necessárias, e por isso a partida será disputada no Estádio Ciudad de La Plata, uma moderna arena inaugurada em 2003.Com apenas uma vitória em três jogos do Grupo 8 da Libertadores, o Gimnasia ocupa a terceira colocação com três pontos, seis a menos que o líder Santos, que está invicto na competição. A segunda colocação está com o uruguaio Defensor Sporting, com seis, enquanto o Deportivo Pasto (Colômbia) ainda não pontuou e amarga na lanterna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.