Carlos Gregório Jr. / vasco.com.br
Carlos Gregório Jr. / vasco.com.br

Giovanni Augusto celebra volta antecipada e se diz pronto para ajudar o Vasco

Meia diz que equipe está pronta para enfrentar Fluminense ou Flamengo na semifinal do Campeonato Carioca

Estadão Conteúdo

25 de março de 2018 | 11h38

O meia Giovanni Augusto foi uma das novidades do Vasco esta semana. Recuperado de uma importante contusão, que o deixou afastado dos gramados no último mês logo em seu início de trajetória pelo clube, o jogador retornou aos treinamento. Passado o susto, ele não escondeu a felicidade.

+ Wellington elogia intensidade de Zé Ricardo e garante que Vasco está em evolução

Erazo revela conversa com diretoria e minimiza salários atrasados no Vasco

+ TJD suspende punição aplicada pela Ferj a árbitro de Botafogo x Vasco

"Não esperava passar por isso logo no meu início no clube. Foi realmente uma daquelas infelicidades que acontecem no futebol. O mais importante é que já passou. Foi muito triste, mas já faz parte do passado. Estou totalmente recuperado, me sentindo bem e muito feliz. Agora é pensar no futuro, pois temos grandes desafios. Assim como todo o grupo, o meu foco será ajudar o Vasco a conquistar vitórias", declarou.

Giovanni Augusto chegou ao Vasco no início de fevereiro e logo em sua estreia, no fim daquele mês, sofreu uma lesão no joelho direito. De lá para cá, realizou tratamento e acabou se recuperando até antes do previsto, retornando aos treinos na última sexta-feira. Agora, ele só pensa em ajudar o time cruzmaltino.

"Como disse antes, estou me sentindo muito bem. E aproveito essa oportunidade para agradecer aos profissionais do departamento médico pelo excelente trabalho que fizeram comigo. Consegui me recuperar totalmente e antes do previsto. Aos poucos, estou ganhando condicionamento físico. Temos mais alguns dias para trabalhar e vou me esforçar ao máximo para estar à disposição no próximo jogo", comentou.

A partida citada por Giovanni Augusto será a semifinal do Campeonato Carioca, contra Flamengo ou Fluminense. "São duas grandes equipes do futebol brasileiro. Sabemos que não teremos vida fácil na semifinal. É sempre difícil enfrentar o Flamengo e também o Fluminense. Mas, ao mesmo tempo, jogamos no Vasco, um clube grande, e temos totais condições de vencê-los", afirmou o meia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.