Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Daniel Augusto Jr.|Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr.|Ag. Corinthians

Giovanni Augusto confirma que recusou o Inter e quer reconquistar espaço no Corinthians

Meia quase foi envolvido em troca com Colorado, que envolvia a ida de Valdivia para o Alvinegro

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

10 de abril de 2017 | 07h00

O meia Giovanni Augusto confirmou que recusou uma proposta para jogar no Internacional, porque ele acredita que ainda possa render mais na equipe do Corinthians. O jogador seria emprestado ao clube gaúcho até o fim do ano, pelo mesmo período que Valdivia iria para a equipe paulista, também por empréstimo. O corintiano contou que espera recuperar seu espaço na equipe, com quem tem contrato até o fim de 2019.

“Não gosto de falar mais sobre isso. Defini meu futuro e quero deixar claro que estou pensando só no Corinthians. Estou feliz aqui. Realizei meu sonho de criança e sei que posso ajudar muito a equipe. Fico feliz pela confiança da diretoria e do treinador em cima do meu trabalho”, disse o meia.

Giovanni iniciou a temporada como um dos titulares de Fábio Carille, mas perdeu espaço após sofrer um estiramento na coxa direita. A diretoria o colocou como parte da negociação com o Internacional e pretendia utilizá-lo como moeda de troca em outras negociações, mas nenhuma das conversas foram adiante.

“Ano passado fui um dos jogadores que mais se destacaram, mas não só eu, como todo o time caiu muito de rendimento no fim da temporada. Neste ano, comecei como titular e me machuquei, algo que fez eu perder espaço. O Carille sabe que pode confiar em meu trabalho e isso me deixa feliz para continuar o meu trabalho”, comentou o meia.

Pelo menos por enquanto, Giovanni aparece bem atrás dos outros meias, que tem sido titular. O meia, entretanto, garante que isso não o preocupa. “Estou com a consciência tranquila. Só vou conseguir recuperar meu espaço com trabalho. Importante é que o time está bem e vencendo. Agora é ter paciência, porque tem jogadores que estão à frente. Terei que trabalhar e, aos poucos, reconquistar a confiança”, comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebolGiovanni Augusto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.