Daniel Augusto Jr./ Divulgação
Daniel Augusto Jr./ Divulgação

Giovanni Augusto sofre punição do STJD, mas não desfalca Corinthians

Meia corria o risco de pegar até 12 jogos de gancho

Estadão Conteúdo

06 de dezembro de 2016 | 20h30

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) suspendeu nesta terça-feira o meia Giovanni Augusto, do Corinthians, por um jogo, por conta de expulsão na partida contra o Figueirense no dia 16 de novembro, em Florianópolis, em rodada do Campeonato Brasileiro.

O meia corria o risco de levar gancho de até 12 jogos, por ter sido denunciado no artigo 254-A (praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente). De acordo com o árbitro Anderson Daronco, juiz daquela partida, Giovanni Augusto "empurrou um adversário com uso de força excessiva fora da disputa da bola".

A punição de um jogo, contudo, não atrapalhará o Corinthians na rodada final do Brasileirão, no domingo. Isso porque Giovanni Augusto já cumpriu a suspensão automática, no jogo seguinte.

A decisão do STJD alivia a preocupação do técnico Oswaldo de Oliveira, que conta com o meia para o jogo contra o Cruzeiro, domingo, no Mineirão. Com baixas na equipe, o treinador improvisou o meia na lateral direita em treino nesta terça-feira.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.