Giovanni está difícil, diz Teixeira

O presidente Marcelo Teixeira disse nesta quinta-feira depois do jogo entre Santos e Portuguesa que considera muito difícil a contratação de Giovanni, um dos ídolos da torcida santista. "O jogador manifestou sua vontade de voltar ao Brasil e, voltando, jogar no Santos", disse o dirigente, explicando que dois problemas separam o jogador da Vila Belmiro: a liberação pelo Olympiakos, que Teixeira considera muito difícil, e o alto salário pedido pelo atleta, "que está fora do teto do clube". Resolvidas essas duas questões e "desde que não atrapalhe a política de renovação do Santos", Giovanni poderá ser contratado, concluiu o presidente santista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.