David Aguilar/EFE
David Aguilar/EFE

Girona perde e é última equipe rebaixada no Campeonato Espanhol

Ex-São Paulo, Jonathan Calleri marca no fim, time cai para o Alavés por 2 a 1 e estaciona nos 37 pontos

Redação, Estadão Conteúdo

18 de maio de 2019 | 21h43

O sábado de futebol definiu que o Girona é a última das três equipes rebaixadas nesta temporada do Campeonto Espanhol. O time catalão foi ao Estádio de Mendizorroza precisando vencer, mas saiu derrotado do confronto contra o Alavés por 2 a 1, estacionando nos 37 pontos.

Com uma rodada ainda restante, o Girona não pode mais alcançar o Celta de Vigo, que chegou aos 41 pontos ao empatar, fora de casa, com o lanterna e também já rebaixado Rayo Vallecano em 2 a 2. Mesmo que vencesse e seu rival contra o descenso sofresse um revés, a equipe catalã tinha ainda que descontar seis gols de diferença para evitar a queda à segunda divisão.

Na cidade de Vitória, o ex-são-paulino Jonathan Calleri e o ganês Mubarak Wakas marcaram para o Alavés, em décimo na tabela. Portu descontou para o Girona, que conta em seu elenco com o brasileiro Douglas Luiz, ex-Vasco, que acabou ficado fora do duelo devido a uma lesão.

O Celta, por sua vez, chegou a sofrer 2 a 0 no placar no Estádio de Balaidos e teve que reagir ante o Rayo Vallecano, graças a dois gols de Iago Aspas no fim do jogo; um de pênalti, aos 37, e outro aos 47 do segundo tempo. Embarba e Medran descontaram para o Rayo.

O Huesca, que também já havia tido decretada a sua queda, se despediu da elite, mas vencendo o Leganés por 2 a 1 em casa. Mantovani foi o principal destaque da partida, anotando não apenas os dois gols do time da casa como também o tento contra sua própria equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.