Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Giuliano prega cautela ao Corinthians, mas admite 'grande passo' pela vaga nas quartas

Goleada sobre o Santos na Copa do Brasil também ajuda equipe a ganhar motivação para próximos compromissos

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2022 | 00h32

Destaque da primeira vitória do Corinthians em clássicos no ano, ao anotar duas vezes na goleada sobre o Santos por 4 a 0 - um gol sem querer -, o meia Giuliano evitou o clima de já ganhou na série mata-mata das oitavas de final da Copa do Brasil, pregando pés no chão. Mas não escondeu que o time fica bem sossegado na luta pela vaga.

O jogo de volta ocorre somente no dia 13 de julho. Até lá, o Corinthians ainda terá outro mata-mata, nas oitavas da Libertadores contra o Boca Juniors, além de compromissos pelo Brasileirão. O próximo, curiosamente, é contra o mesmo Santos, sábado, mais uma vez na Neo Química Arena.

Depois de perder a vaga de titular, Giuliano só quer saber de comemorar o momento. Trabalhando calado, ele vem dando conta do recado quando acionando, como nos dois gols desta quarta-feira. Ele admite que o primeiro foi por um acaso. "O Du (Queiroz) chutou e até sem querer a bola desviou, depois o segundo gol veio com méritos. Foi um excelente jogo, grande resultado, demos um passo importante para a classificação, mas ainda temos 90 minutos para enfrentar", afirmou o meia.

Do quinteto de reforços desde o fim do ano, Paulinho está machucado, Willian, Róger Guedes e Renato Augusto vêm jogando com frequência, e Giuliano acabou perdendo a posição por causa das tantas opções e as poucas vagas. Mas vem sempre atuando e, sem reclamar, vai recuperando a boa fase. Nada, contudo, parece tirar a humildade do "tio" do elenco.

"Temos que ter os pés no chão, mas cientes que fizemos um grande jogo. Fizemos quatro gols e não sofremos, então temos de enaltecer a partida de toda a equipe", enfatizou, antes de elogiar o crescimento dos jovens no grupo. "Alguns meninos me chamam de tio, é importante essa mescla. Os meninos estão ganhando corpo, mostrando a capacidade e têm toda a nossa caminhada (experiência). Desejo muito sucesso nessa longa carreira, que sigam nos ouvindo e a gente siga em frente", disse.

Apesar da grande atuação, Giuliano não sabe se estará novamente em campo no sábado. Renato Augusto foi poupado e deve retornar em giro que Vítor Pereira faz no elenco para não "estourar" o grupo. Gil e Fábio Santos foram outros que ganharam descanso nesta quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.