Globo não abre mão do Rio-São Paulo

Os que sonham que os campeonatos estaduais voltarão a ter a força de anos anteriores, podem esquecer. Não há o menor interesse da principal envolvida: a TV Globo. Com a crise financeira que domina as empresas, o monopólio capitalista da emissora carioca tem prevalecido diante dos clubes. E não há a vontade de reviver os estaduais. O trunfo dos clubes para reduzir a força da Globo faliu. A PSN, que pretendia dividir com a Globo os lucros que o futebol proporciona com as transmissões no Brasil, não conseguiu resistir à competição no mercado nacional. Leia mais no Jornal da Tarde

Agencia Estado,

20 Março 2002 | 09h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.