Rodrigo Jimenez/EFE
Rodrigo Jimenez/EFE

Godín ganha alta médica e reforça Atlético de Madrid na Liga Europa

Zagueiro passou por cirurgia de reconstrução na boca depois de perder alguns dentes após trombada com o goleiro o Neto, do Valencia

Estadão Conteúdo

14 de fevereiro de 2018 | 10h38

O zagueiro uruguaio Diego Godín recebeu nesta quarta-feira a alta médica para voltar a jogar e foi confirmado na lista de relacionados pelo técnico Diego Simeone para a partida que o Atlético de Madrid fará nesta quinta, contra o Copenhague, às 18h05 (de Brasília), na Dinamarca, pela Liga Europa.

+ Confira a tabela do Campeonato Espanhol

O defensor precisou passar por uma cirurgia de reconstrução na boca depois de perder alguns dentes em uma forte trombada com o goleiro brasileiro Neto, do Valencia, no último dia 4, durante vitória por 1 a 0 do Atlético de Madrid em partida do Campeonato Espanhol.

Além de perder dentes, a forte pancada produziu uma fratura no maxilar. Naquela ocasião, Godín precisou ser substituído no início da etapa final do confronto. Após ser operado, o uruguaio ficou fora da partida do último sábado diante do Málaga, fora de casa, onde a equipe madrilenha venceu por 1 a 0, também pelo Espanhol.

Na última segunda-feira, porém, Godín começou a treinar normalmente com o grupo de jogadores do Atlético e existe a chance de ele ser confirmado entre os titulares na partida desta quinta na Dinamarca.

O uruguaio foi um dos 20 jogadores relacionados para este duelo, sendo que ficaram fora desta lista o zagueiro montenegrino Stefan Savic, por motivo de lesão, e o atacante brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa, que acusou dores musculares na perna esquerda no treino de terça-feira e será poupado por precaução. Já o meia argentino Nico Gaitán foi descartado do jogo por decisão técnica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.