Eduardo Di Baia/AP
Eduardo Di Baia/AP

Goiás admite frustração com derrota em final da Copa Sul-Americana

No entando, técnico Artur Neto destacou garra do grupo que chegou à decisão do torneio

AE, Agência Estado

09 de dezembro de 2010 | 09h25

Os jogadores e a comissão técnica do Goiás revelaram abatimento após a derrota para o Independiente na final da Copa Sul-Americana. Depois de vencer o primeiro jogo, em casa, por 2 a 0, a equipe perdeu por 3 a 1 na Argentina e foi superada na disputa de pênaltis por 5 a 3. Assim, adiou o sonho de conquistar o primeiro título internacional da sua história.

Veja também:

linkGoiás perde e o Independiente é campeão da Sul-Americana

O técnico Artur Neto revelou decepção com a chance perdida, mas tratou de destacar a garra do grupo que chegou à final do torneio. "É uma equipe de superação, que luta muito e que joga com raça. Sem dúvida, estamos sentindo uma frustração muito grande, mas quero aproveitar a ocasião para parabenizar os jogadores. Vamos levantar a cabeça e nos organizarmos para a próxima temporada", afirmou.

Jogador mais experiente do elenco do Goiás, o goleiro Harlei acredita que o time fez o possível, mas lamentou que a entrega dos jogadores não tenha sido suficiente para a conquista do título da Copa Sul-Americana. "Nós tentamos dar o nosso melhor, a tristeza é grande, mas quando Deus não quer, não tem jeito. Chegamos a uma grande final, mas infelizmente não foi dessa vez", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.