Goiás agrava a crise do Cruzeiro

O Cruzeiro sofreu sua terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro ao cair diante do Goiás por 1 a 0, neste sábado, em Goiânia, com um gol do atacante Souza. O resultado levou o time da casa à vice-liderança provisória da competição, com 44 pontos, e agravou a crise dos mineiros, que estacionaram nos 37 pontos, no sétimo lugar.Além de não ter conseguido quebrar o tabu de não vencer o Goiás em Goiânia desde 1971, o Cruzeiro refletiu os resultados que vem obtendo nos jogos fora de casa. Em 11, venceu três, empatou quatro e perdeu quatro, com um aproveitamento de 39,4%. Para o técnico PC Gusmão, o Cruzeiro vai contornar a crise: "É umadessas fases que todos passam, e o Cruzeiro vai sair desta situação",disse ele. "Nós jogamos sempre em busca de vitória. O momentoem que nós vivemos? Ora, é um momento de confiança?, amenizou.O Goiás começou melhor, atacando pelas alas com objetividade. Paulo Baier, aos 17 minutos, cabeceou no canto direito de Fábio, que mandou para escanteio. O gol saiu aos 33, numajogada iniciada por Jadilson pela esquerda. Ele cruzou para Souza, queacertou o canto direito de Fábio. Mesmo acuado, o Cruzeiro ainda criou duas chances de marcar: Aos 8 minutos, com Maurinho, e aos 40, com Kelly. No segundo tempo, o Goiás errou muito nas finalizações e perdeu o fôlego. Passou a errar passes e cedeu espaço para o Cruzeiro, que desperdiçou a chance do empate quando Diego, aos 22, invadiu a área, driblou Harlei, mas chutou para fora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.