Goiás/Twitter
Goiás/Twitter

Goiás bate Atlético-GO de virada no clássico e vence a primeira na Série B

Time alviverde chega aos cinco pontos com vitória por 3 a 1

Estadão Conteúdo

02 Junho 2018 | 19h18

Em clássico não existe favorito. Essa máxima do futebol, que nem sempre é verdadeira, se fez valer na tarde deste sábado, quando o desesperado Goiás conseguiu a primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro ao bater o Atlético-GO por 3 a 1, de virada, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, pela oitava rodada.

+ Fortaleza homenageia seleção brasileira, mantém 100% em casa e lidera Série B

+ CRB só empata com o Brasil de Pelotas e continua na zona de degola da Série B

A partida teve apenas torcedores rubro-negros, pois, por determinação do Ministério Público (MP), os clássicos em Goiânia estão sendo realizados com torcida única.

Com a primeira vitória no campeonato, o Goiás chegou aos cinco pontos e subiu para a 18.ª colocação, mas segue na zona de rebaixamento. Por outro lado, o Atlético-GO perdeu a chance de encostar no G4 (zona de acesso) e segue na zona intermediária da tabela, com 11 pontos.

O clássico começou movimentado e o Atlético precisou de cinco minutos para abrir o placar. Júnior Brandão recebeu de Júlio César, entrou na área e finalizou cruzado. O Goiás partiu em busca do empate e ele saiu aos 16 minutos. Felipe Gedoz chutou forte de fora da área, no cantinho de Jefferson.

Aos 24 minutos, o goleiro Marcelo Rangel se sentiu mal e precisou deixar o campo de ambulância, sendo substituído por Marcos. A partida ficou parada em seis minutos. Nos acréscimos, René recebeu amarelo por reclamação e depois foi expulso, deixando o Atlético com um homem a menos.

Em vantagem numérica, o Goiás esboçou uma pressão no rival e quase marcou em finalização de Gilberto Júnior defendida por Jefferson. A resposta rubro-negra ocorreu na sequência com João Paulo, que parou em Marcos. A virada esmeraldina saiu aos 15. Maranhão cruzou, Jefferson rebateu e a bola acertou em William Alves, sobrando para Lucão só empurrar para as redes.

Nos minutos finais, mesmo com um homem a menos, o Atlético se lançou no ataque em busca do empate, mas o Goiás se defendeu bem e ainda ampliou aos 46. Michael fez grande jogada individual e cruzou para Lucão marcar seu segundo gol no jogo.

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, pela nona rodada. O Atlético-GO encara o Juventude, às 19h15, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), enquanto o Goiás tem pela frente a Ponte Preta, às 21h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 X 3 GOIÁS

ATLÉTICO-GO - Jefferson; Alisson, Lucas Rocha, René e Mascarenhas; Rômulo, Fernandes (Tomas Bastos) e João Paulo (André Luis); Júlio César, Júnior Brandão e Renato Kayser (William Alves). Técnico: Cláudio Tencatti.

GOIÁS - Marcelo Rangel (Marcos); Alex Silva, David Duarte, Edicarlos e Ernandes; Gilberto Júnior, Léo Sena (Giovanni) e Felipe Gedoz; Carlos Eduardo, Lucão e Maranhão (Michael). Técnico: Ney Franco.

GOLS - Júnior Brandão, aos cinco, e Felipe Gedoz aos 16 minutos do primeiro tempo; Lucão, aos 15 e aos 46 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

CARTÕES AMARELOS - Fernandes, Júlio César e Rômulo (Atlético-GO); Carlos Eduardo, Giovanni, David Duarte e Alex Silva (Goiás).

CARTÃO VERMELHO - René (Atlético-GO).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.