Goiás bate Atlético-MG nos pênaltis pela Sul-Americana

Time goiano ganha por 6 a 5 após empate por 1 a 1; rival das oitavas será o Cerro Porteño (PAR)

FELIPE MENDES, Agencia Estado

17 de setembro de 2009 | 00h19

O Goiás conquistou a classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, ao vencer o Atlético Mineiro nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal, em partida disputada no Serra Dourada. O time goiano terá pela frente o Cerro Porteño, do Paraguai.

 

Veja também:

Sul-Americana 2009 - lista Tabela

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A partida foi decidida nas cobranças de pênalti porque os duas equipes repetiram o placar do jogo de ida, no dia 26 de agosto, no Mineirão. Os gols só saíram no segundo tempo da partida. Júnior marcou o gol atleticano, enquanto Felipe empatou e exigiu a decisão nos pênaltis.

Mesmo atuando fora de casa e sem alguns titulares, o Atlético tomou a iniciativa logo no início de jogo, tentando reverter a vantagem do Goiás, que começou a partida em vantagem por ter marcado um gol fora de casa. Um empate sem gols, portanto, garantiria a equipe goiana na sequência do torneio.

Como não podia escalar Diego Tardelli e Eder Luis, que não foram inscritos na competição, o técnico Celso Roth colocou no ataque Renan Oliveira e Alessandro, que levaram perigo ao gol dos anfitriões nos primeiros minutos da partida.

O Goiás, por sua vez, teve dificuldade para se acertar no começo e cometeu muitos erros no meio-campo. Aos poucos o time foi acertando o passe na intermediária e não demorou para assumir as rédeas do jogo, passando a pressionar o rival.

Com Felipe e Fernandão se revezando pela direita, os donos da casa mostravam maior consistência no ataque. Na melhor chance dos goianos na primeira etapa, Fernandão cruzou na pequena área. Felipe, quase embaixo da trave, pegou mal na bola e mandou longe, aos 39 minutos.

Contudo, foram os visitantes que estiveram mais perto de inaugurar o placar. Aos 15, Tchô chegou a mandar para as redes, ao completar cruzamento da direita, mas o árbitro assinalou o impedimento. Aos 30, Alessandro aproveitou bobeada da defesa e, após bate rebate na área, acertou o travessão.

Na volta do intervalo, o Atlético partiu para cima em busca da vitória, mas parou na defesa do Goiás, mais recuado em campo. Acomodado, o time da casa diminuiu o ritmo do jogo e abdicou de atacar o adversário.

O Atlético aproveitou a lentidão do rival e abriu o placar em uma jogada rápida, aos 25 minutos. Júnior recebeu lançamento pelo meio e, dentro da área, bateu na saída do goleiro Harlei.

Mas a alegria dos visitantes não durou muito. Quatro minutos depois do gol, Fernandão sofreu falta dentro da área e o juiz marcou pênalti para o Goiás. Felipe fez paradinha antes da cobrança e mandou para o fundo do gol, aos 31, levando a definição da vaga para a prorrogação.

Nas cobranças, Felipe, Fernandão, Zé Carlos, Léo Lima, Vítor e Leandro Euzébio converteram para o Goiás, enquanto Bruno Meneghel desperdiçou uma chance, ao mandar por cima do travessão. Pelo Atlético, Júnior, Alessandro, Wellington Saci, Tchô e Alex Bruno mandaram para as redes. Renan parou nas mãos de Harlei, que também impediu o gol de Chiquinho e assegurou a classificação dos donos da casa.

Nas oitavas de final, o Goiás vai enfrentar o paraguaio Cerro Porteño no dia 23 de setembro na partida de ida, e no dia 30, na volta.

GOIÁS 1 (6) X 1 (5) ATLÉTICO-MG

Goiás - Harlei; Ernando, João Paulo e Leandro Euzébio; Vítor, Everton, Ramalho (Bruno Meneghel), Léo Lima e Júlio César (Zé Carlos); Fernandão e Felipe. Técnico: Hélio dos Anjos

Atlético-MG - Bruno; Felipe Cordeiro, Alex Bruno, Thiago Cardoso e Wellington Saci; Marcos Rocha (Sheslon), Diego, Tchô e Renan; Renan Oliveira (Chiquinho) e Alessandro. Técnico: Celso Roth

Gols - Júnior, aos 25, e Felipe (pênalti), aos 31 minutos do segundo tempo. Nos pênaltis: Felipe, Fernandão, Zé Carlos, Léo Lima, Vítor e Leandro Euzébio marcaram para o Goiás, Bruno Meneghel errou; Júnior, Alessandro, Wellington Saci, Tchô e Alex Bruno marcaram para o Atlético, Renan e Chiquinho erraram

Cartões amarelos - Vítor, Leandro Euzébio, Júlio César (Goiás); Alessandro, Thiago Cardoso, Alex Bruno (Atlético-MG).

Árbitro - Leandro Pedro Vuaden (RS)

Renda e público - Não disponíveis

Local - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.