Adalberto Marques/AGIF/Divulgação
Adalberto Marques/AGIF/Divulgação

Goiás busca empate com Grêmio, mas perde chance de liderar

Time gaúcho larga na frente no placar, mas cede 1 a 1 no Brasileiro

RUBENS SANTOS, Estadão Conteúdo

31 de maio de 2015 | 18h53

O time do Goiás decepcionou, jogou mal e empatou por 1 a 1 com o Grêmio, na tarde deste domingo, no Serra Dourada, em Goiânia. Embora tenha conseguido buscar a igualdade após sair atrás no placar, a equipe goiana desperdiçou a oportunidade que tinha de assumir a liderança isolada do Campeonato Brasileiro, na quarta rodada da competição, na qual agora soma oito pontos. Já os gremistas, com cinco pontos, seguem com apenas uma vitória conquistada na competição.

Os gols da partida foram marcados por Giuliano e Rodrigo. E agora, na próxima rodada, o time gaúcho recebe o Corinthians às 22 horas na Arena Grêmio, na quarta-feira, em Porto Alegre. Já o Goiás enfrenta o Sport na quinta, às 21 horas, na Ilha do Retiro.

No primeiro tempo, e assim que o juiz apitou, o Grêmio partiu pra cima do alviverde. Ofensivo, produtivo e atacando com intensidade, a equipe tricolor perdeu uma boa chance de abrir o placar logo aos 12 minutos. Marcelo Oliveira avançou e tocou para Pedro Rocha, que bateu forte mas Renan defendeu.

O amplo domínio do adversário manteve o Goiás recuado. E o gol do time visitante acabou saindo aos 35 minutos. Em jogada de Rafael Galhardo com Luan, Giuliano aproveitou a sobra, bateu forte no canto de Renan e abriu o placar: 1 a 0.

"No primeiro tempo não fizemos nada direito", reclamou o técnico Hélio dos Anjos. "Não atacamos, não criamos, não defendemos", apontou. "Os meus três homens de marcação assistiram o jogo", criticou.

No segundo tempo, o time do Goiás, mais organizado no esquema 4-4-2, levantou a cabeça e saiu em busca da reação. E o empate saiu já aos 7 minutos. Rafael cruzou, Geromel dividiu com Wesley, mas Rodrigo aproveitou o rebote e de cabeça balançou as redes: 1 a 1.

No jogo aberto, e apesar da reação alviverde, o Grêmio, armado no 4-5-1, voltou a se impor, dominar e buscar a vitória. Na melhor chance, aos 25 minutos, Marcelo Oliveira tabelou com Yuri Mamute, chegou bem e bateu forte, mas acertou a trave.

Para o meio-campo Giuliano, o Grêmio foi bem no primeiro tempo, mas esbarrou em limitações variadas na etapa final. "Foi um jogo difícil", disse ele. "Devido ao calor, o tamanho do campo e a dificuldade de furar o bloqueio do Goiás, não chegamos à vitória", comentou. "Acredito que teria sido possível se, no segundo tempo, o time jogasse mais compacto e organizado, como no primeiro tempo", comentou.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 1 X 1 GRÊMIO

GOIÁS - Renan; Everton, Felipe Macedo (Fred), Alex Alves e Rafael Forster; Péricles, Rodrigo, Robert (Patrick) e Fellipe Menezes; Erick (Juan) e Wesley. Técnico: Hélio dos Anjos.

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Rafael Galhardo (Felipe Bastos), Rhodolfo, Pedro Geromel e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano e Luan; Pedro Rocha (Everton) e Yuri Mamute. Técnico: Roger Machado.

GOLS - Giuliano, aos 35 minutos do no 1º tempo; Rodrigo, aos 7 minutos do 2º tempo.

ÁRBITRO - Anderson Baronco (Fifa-RS).

CARTÕES AMARELOS - Wesley (Goiás); Marcelo Grohe (Grêmio).

RENDA - R$ 131.155,00.

PÚBLICO - 3.850 pagantes.

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGoiásGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.