Goiás derrota o Palmeiras por 2 a 1

Quem esperava um Palmeiras diferente no recomeço do Campeonato Brasileiro, neste sábado, ficou frustrado. O time paulista perdeu por 2 a 1 para o Goiás, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, errou demais nas conclusões e mostrou os velhos problemas na defesa. Enfim, ainda não mudou muita coisa no Palestra Itália.Com mais essa derrota, o Palmeiras segue com 7 pontos e pode terminar a 8ª rodada do Brasileiro na zona de rebaixamento. Já o Goiás chegou aos 11 pontos no campeonato.O técnico Paulo Bonamigo havia pedido 40 dias para apresentar um time competitivo no Campeonato Brasileiro. Após duas semanas de treinamentos, no entanto, o saldo foi negativo. Um ponto positivo pelo menos: Juninho Paulista está mais solto e dá qualidade que não havia ao meio-de-campo palmeirense. Mas, por enquanto, joga só - Marcinho continua apático.O Goiás dominou o começo da partida. Aos 24 minutos, por exemplo, a defesa do Palmeiras não conseguiu afastar a bola e Rodrigo Tabata se viu sozinho na frente do gol. Bateu, mas o goleiro Sérgio defendeu.Mas, aos 39 minutos, não teve jeito. Cléber acertou o gol, depois de Rodrigo Tabata cobrar escanteio: 1 a 0 para o Goiás.Depois do intervalo, o segundo tempo começou morno. Até os 15 minutos, quando o Palmeiras, que já não estava bem, resolveu ajudar ainda mais o Goiás. O atacante Souza chutou, a bola bateu na trave e tocou no zagueiro Nen: gol contra.Mal saiu a bola e a torcida palmeirense teve algum motivo para comemorar. Juninho Paulista fez um belo gol. Pegou rebote de Harley, adiantado, e colocou por cima do goleiro do Goiás: 2 a 1.Em busca do empate, o Palmeiras partiu para o ataque, mas não teve qualidade suficiente para chegar a outro gol. Assim, o Goiás confirmou a boa vitória em casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.