Goiás derrota o Vasco no Rio: 2 a 1

O Vasco iniciou neste sábado contra o Goiás uma seqüência de três jogos no Rio: os jogadores prometeram conquistar um total de nove pontos. Mas a palavra empenhada já não foi cumprida. A equipe carioca foi derrotada pelo time goiano, por 2 a 1, em São Januário, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Vasco permaneceu na zona de rebaixamento na tabela de classificação da competição, com apenas nove pontos (o Goiás totalizou 17), e agora será obrigado a vencer Internacional e Flamengo, se quiser amenizar a situação caótica. Mas, pelo desempenho do time neste sábado, será difícil atingir o objetivo. Com uma defesa mal posicionada em campo, o Vasco não ofereceu resistência às investidas do Goiás, que já aos seis minutos do primeiro tempo abriu o placar, em um belo chute do lateral-direito Vitor. O segundo gol ocorreu aos 39 minutos, desta vez, de cabeça, com o zagueiro André Dias. No segundo tempo, o Goiás apenas se defendeu e pareceu se divertir com os erros do adversário, que pouco ameaçou. O artilheiro vascaíno Romário pouco fez em campo e o único destaque carioca foi o atacante Alex Dias. Mas a expulsão de André Dias, aos 23 minutos, ajudou o Vasco. Tanto que aos 35 minutos a equipe carioca aproveitou a vantagem de um jogador a mais em campo e conseguiu marcar o seu único gol na partida, com o lateral-esquerdo Maciel. Inconformada com mais um mal resultado, a torcida vascaína hostilizou a equipe, o técnico Dário Lourenço, além do presidente do clube, Eurico Miranda. Diante da má situação do time, o treinador, inclusive, pode ser demitido ou deixar o cargo ainda neste final de semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.