Goiás diz que 'chupará uva' com camisa roxa corintiana

Dirigente Hailé Pinheiro provoca jogadores do Corinthians e ouve resposta do goleiro Felipe

Redação,

15 de abril de 2008 | 20h03

O clima esquentou na véspera do duelo entre Goiás e Corinthians pela Copa do Brasil. O presidente do Conselho Deliberativo do clube goiano, Hailé Pinheiro, provocou os rivais paulistas ao dizer que "chupará uva" com a camisa roxa corintiana.  Veja também: Corinthians vai buscar empate em Goiás, avisa Mano Bate-Pronto: Goiás precisa respeitar o Corinthians "O Goiás estava bem pior em outras oportunidades e eliminou o Corinthians. Agora não vejo o porquê de não passarmos. Vamos chupar uva com essa camisa roxa", declarou o dirigente à Rádio CBN de Goiás. A declaração de Pinheiro repercutiu entre os jogadores. O goleiro Felipe respondeu ao goiano. "Nem sei quem é esse cara, mas ele está desrespeitando uma das maiores equipes do mundo. Vamos mostrar no campo o que ele vai chupar amanhã [nesta quarta]." O técnico Mano Menezes tentou por um ponto final à polêmica. "Não me preocupo muito com essas declarações. Temos força suficiente para derrotar o Goiás no Serra Dourada. É para isso que vou preparar a equipe." Apesar de toda a polêmica, o Corinthians não jogará com o terceiro uniforme, arroxeado. O clube deve entrar em campo com seu uniforme tradicional, preto e branco. O duelo no Serra Dourada será o primeiro entre as duas equipes pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansGoiásCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.