Goiás e Atlético-GO fazem clássico dos desesperados

Desesperados, Goiás e Atlético Goianiense fazem o clássico goiano nesta quarta-feira, a partir das 19h30, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Os dois rivais estão em situação parecida no Campeonato Brasileiro, ambos na zona de rebaixamento - nem uma vitória irá tirá-los nesta 24.ª rodada do grupo dos quatro últimos colocados.

RUBENS SANTOS, Agência Estado

22 de setembro de 2010 | 09h00

A campanha dos dois representantes goianos no Brasileirão é igualmente ruim. O Goiás está em 18.º lugar, com 21 pontos, e tem a pior defesa do campeonato, com 40 gols sofridos. E o Atlético vem logo atrás, na 19.ª colocação, com 20 pontos e 35 gols sofridos até agora. Por isso, o clássico pode ser uma boa chance de reação.

Em campo, o Atlético terá três mudanças. Entram o zagueiro Daniel Marques, o volante Agenor e o atacante Marcão para as saídas de Jairo, Ramalho e Juninho, respectivamente. Já o Goiás mexe duas vezes no time: Ernando, suspenso, dá lugar a Marcão na defesa e o ala Wendel Santos volta de suspensão para substituir Carlos Alberto.

Do lado do Atlético, que perdeu os dois últimos jogos que fez (para Santos e Atlético Paranaense), a principal esperança é o meia Elias, artilheiro do time com nove gols marcados. "Não faço gols há quatro rodadas, mas eu sei o que posso render, eu sei que posso render muito mais", disse o jogador de 28 anos.

O Goiás, por sua vez, confia na evolução mostrada sob o comando do técnico Jorginho - já são quatro jogos seguidos sem derrota, com dois empates e duas vitórias. Para isso, alguns jogadores veteranos, como o goleiro Harlei, o ala-esquerdo Júnior e o atacante Felipe, estão desempenhando um papel fundamental no grupo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.