Divulgação
Divulgação

Goiás e Atlético-MG ficam no 0 a 0 no Serra Dourada

Apesar do empate sem gols, as duas equipes miram fechar o 1.º turno mais próximas do G-4

RUBENS SANTOS, Agência Estado

31 de agosto de 2013 | 20h45

GOIÂNIA - Goiás e Atlético-MG empataram por 0 a 0, na noite deste sábado, no Serra Dourada, em Goiânia, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes, mesmo assim, focam terminar o primeiro turno mais próximas do G-4. "A nossa realidade, agora, é chegar perto dos quatro primeiros colocados", disse o técnico Cuca após o jogo.

Com o resultado deste sábado, o Goiás acumula seis jogos sem derrotas antes de receber o Grêmio às 19h30 de terça-feira, novamente no Serra Dourada. O Atlético-MG também joga em casa, mas contra o Fluminense, quarta-feira, às 21h50, no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

JOGO

No jogo deste sábado, as duas equipes confrontaram pelas posições intermediárias da competição. No primeiro tempo, o Goiás tentou sufocar os atleticanos investindo nas jogadas de contra-ataque. O alvinegro não se intimidou, reagiu, ocupou espaços e criou as melhores jogadas para marcar.

Aos 13 minutos, Guilherme avançou, bateu cruzado e a bola foi pra fora. Aos 26, Fernandinho superou dois marcadores, bateu cruzado, a bola passou rente à trave e saiu. Aos 43, Guilherme cobrou falta na entrada da área, no ângulo, e Renan defendeu.

Sem força no ataque, e cedendo a posse de bola, o Goiás só deu o troco aos 21 minutos, quando Tartá invadiu livre a área mas o goleiro Victor se antecipou e tirou com os pés. "O time precisa ter um pouco de calma e errar menos", disse Walter. O artilheiro adiou sua ausência da equipe para tratamento do cansaço muscular.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, o Goiás pressionou, avançou em busca da vitória, mas falhou na finalização neste duelo de poucas jogadas de efeito e de jogadores cansados por causa do calor e da baixa umidade.

Aos 4 minutos, o alviverde abriu espaço na zaga atleticana. No cruzamento de Tartá, Ramon de cabeça acertou a bola na trave, Hugo pegou o rebote e mandou pra fora, na melhor jogada ofensiva da equipe da casa no confronto.

Com um jogador a menos - o lateral Vitor foi expulso por revidar uma falta - o Goiás recuou, e o Atlético-MG se acomodou. "Nós tivemos mais posse de bola, mas o jogo não pode ser considerado bom", disse o goleiro Victor após o apito final.

GOIÁS 0 x 0 Atlético-MG

GOIÁS - Renan; Vitor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; David, Dudu Cearense, Tartá (Wellington Júnior), Ramon (Júnior Viçosa) e Hugo; Walter (Yuri). Técnico: Enderson Moreira.

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Emerson, Réver e Richarlyson; Pierre (Rosinei), Josué, Luan (Neto Berola) e Guillherme (Jô); Fernandinho e Diego Tardelli. Técnico: Cuca.

ÁRBITRO: Edivaldo Elias da Silva (PR).

CARTÕES AMARELOS: David (Goiás); Josué e Emerson (Atlético).

CARTÃO VERMELHO: Vitor (Goiás).

RENDA: R$ 205.395,00.

PÚBLICO: 9.762 pagantes.

LOCAL: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGoiásAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.