Goiás encara jogo com Corinthians como decisão

Há três jogos sem vencer, o Goiás precisa de uma vitória neste domingo para continuar na briga pelo título do Brasileirão. Assim, com esse pensamento, o time goiano enfrenta o Corinthians, a partir das 18h30, no Pacaembu, em sua partida de número 900 na história do campeonato.

RUBENS SANTOS, Agencia Estado

20 de setembro de 2009 | 08h17

"O jogo contra o Corinthians é de decisão", disse o técnico Hélio dos Anjos, lembrando que o Goiás começou a 25ª rodada do Brasileirão em quinto lugar, com 39 pontos, cinco a menos do que o líder Palmeiras. "Está claro que podemos e precisamos jogar melhor. Mas também está claro que o grupo tem motivação e disposição para se superar."

A queda de rendimento nas últimas rodadas (empate com Coritiba e derrotas para Barueri e Inter) preocupa o Goiás. Mas os seguidos desfalques são apontados como justificativa. "Os cartões e expulsões têm sido um problema para nossa equipe", admitiu o goleiro Harlei.

Diante do Corinthians, dois titulares do Goiás estão suspensos: o volante Amaral e o atacante Felipe, que é o artilheiro do time (10 gols). No meio-de-campo, Fernando e Ramalho disputam posição. E no ataque, Fernandão será adiantado para fazer dupla com Iarley, abrindo espaço para Léo Lima atuar na armação das jogadas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroGoiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.