Goiás ganha de virada por 3 a 2 e complica situação do Joinville na Série B

Time goiano chega a 47 pontos e não tem chance de acesso; catarinenses lutam contra queda

Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2016 | 22h51

O Joinville segue fazendo o seu torcedor sofrer na briga contra o rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Na abertura da 36.ª rodada, a antepenúltima da competição, nesta sexta-feira, o time catarinense chegou a abrir dois gols de vantagem no primeiro tempo, mas sofreu a virada no segundo tempo por 3 a 2 contra o Goiás, no Estádio Olímpico, em Goiânia.

O resultado não muda a situação do time da casa, que chega aos 47 pontos, na 14.ª colocação, e já não tem mais chances de acesso nem risco de rebaixamento este ano. Para o Joinville, por outro lado, o tropeço custou caro. Se tivesse vencido, a equipe catarinense dormiria fora da zona da degola, mas como perdeu, segue em 17.º, com 34 pontos, três a menos do que o Oeste, primeiro clube fora da degola e que ainda visita o Brasil, em Pelotas (RS), neste sábado.

Mostrando muito mais interesse no jogo, o Joinville começou pressionando e abriu boa vantagem logo nos primeiros minutos. Aos 3, Reginaldo cruzou e Jael completou de primeira, contando com colaboração do goleiro Márcio para abrir o placar. Apenas 14 minutos mais tarde, Fernando Viana tabelou com Juninho e saiu de frente para o gol, marcando o segundo dos visitantes.

A partida parecia tranquila para a equipe catarinense, mas apenas um minuto após o segundo gol, o lateral-direito Reginaldo, que já tinha cartão amarelo, deu uma entrada dura e foi expulso, deixando seu time com um homem a menos.

Na segunda etapa, o clube visitante recuou demais e acabou chamando o mandante para cima. De tanto pressionar, o time da casa diminuiu com Walter, aos 23 minutos, em jogada individual pela direita e chute em cima do goleiro Jhonatan, que aceitou.

A exemplo do que aconteceu com o time catarinense na primeira etapa, o Goiás também teve um jogador expulso no lance seguinte ao gol. David Duarte, que também já tinha cartão amarelo, puxou Jael na entrada da área e recebeu o vermelho. Mesmo assim, a pressão continuou e, aos 32 minutos, Léo Gamalho aproveitou cruzamento de Rossi e, de cabeça, empatou. Para completar a virada, no último minuto do tempo normal, Walter cruzou e o mesmo Léo Gamalho cabeceou novamente para o fundo do gol. Foi seu 11.º gol na Série B.

Nas duas rodadas que restam até o final do campeonato, o Joinville tenta escapar do rebaixamento visitando o Oeste, na próxima sexta-feira, e recebendo o Vila Nova na última rodada. O Goiás, apenas cumprindo tabela, enfrenta o Luverdense e o já rebaixado Sampaio Corrêa.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 3 x 2 JOINVILLE

GOIÁS - Márcio; Sueliton (Marcão), Felipe Macedo, David Duarte e Felipe Saturnino; Adriano, Léo Sena e Carlos Eduardo (Liniker); Walter, Rossi (Jarlan) e Léo Gamalho. Técnico: Gilson Kleina.

JOINVILLE - Jhonatan; Reginaldo, Danrlei (Carlos Alberto), Ligger e Diego; Naldo, Kadu e Juninho; Erick Luis (Everton Silva), Fernando Viana (Rafael Donato) e Jael. Técnico: Ramon Menezes.

GOLS - Jael, aos 3, e Fernando Viana, aos 17 minutos do primeiro tempo; Walter, aos 23, e Léo Gamalho, aos 32 e aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Sueliton, Liniker, Léo Sena e Léo Gamalho (Goiás); Jhonatan e Everton Silva (Joinville).

CARTÕES VERMELHOS - David Duarte (Goiás); Reginaldo (Joinville).

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa/PA).

RENDA - R$ 15.065,00.

PÚBLICO - 1.384 pagantes.

LOCAL - Estádio Olímpico, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.