Goiás ganha do Inter em pleno Beira-Rio

Na estréia do técnico Geninho, o Goiás derrotou o Internacional por 3 a 2 nesta quarta-feira, no Beira-Rio. O grande destaque do jogo foi o atacante Roni, que marcou um gol, deu passe para outro e infernizou a defesa adversária. O resultado frustrou os planos dos gaúchos, que contavam com a vitória para assumir a liderança do Campeonato Brasileiro e vão continuar com 25 pontos, atrás da Ponte Preta, que também perdeu, para o Botafogo, e tem 26 pontos.Para esfriar o ímpeto do Internacional, o Goiás tratou de fazer uma marcação eficiente. Geninho deixou os atacantes Romerito e Roni perto da área colorada, impedindo que os zagueiros adversários saíssem para o apoio, e pediu para seus defensores controlarem o elétrico Tinga e os perigosos Fernandão e Iarley. A tática deu certo. O Internacional terminou o primeiro tempo sem ter criado sequer uma chance de gol. E o Goiás, na base do contra-ataque, fez 2 a 0, gols de André Leoni (num chute de muito longe), aos 6 minutos, e Roni (sozinho na área), aos 20 minutos.No segundo tempo o Internacional conseguiu furar o bloqueio do Goiás. O time gaúcho partiu para o abafa e em dez minutos perdeu três ótimas chances de marcar, com Índio, Iarley e Fernandão. A pressão prosseguiu e aos 17 minutos Iarley, de cabeça, descontou. Aos 24 minutos, o Internacional empatou. Jorge Wagner cruzou para a área e o zagueiro André Leoni, tentando afastar, fez gol contra. A euforia dos 21 mil torcedores que enfrentaram o frio no Beira-Rio durou apenas dois minutos. Aos 26, Roni avançou pela esquerda e cruzou para Romerito fazer 3 a 2. Retomada a vantagem, o Goiás também conseguiu reequilibrar o jogo e manteve o placar até o final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.