Goiás ganha e São Paulo fica em 3.º

O Goiás venceu o São Paulo por 2 a 0 neste domingo, gols de Alex Dias e Rodrigo Tabata, e se despediu do Campeonato Brasileiro de forma positiva. Com a derrota, o São Paulo, que sonha em ser vice, terminou na terceiro lugar somando 82 pontos ganhos, enquanto o Goiás fica no sexto lugar, com 72 pontos ganhos. O primeiro tempo mostrou um jogo equilibrado, com o Goiás explorando as jogadas de fundo, com o ala direito Paulo Baier, ou jogando em velocidade pelo meio com Rodrigo Tabata. O primeiro ataque aconteceu com menos de 1 minuto de jogo, com Tabata batendo bem de fora, mas a bola foi desviada pela zaga são-paulina para escanteio. O Goiás sempre chegou bem na frente, principalmente com Alex Dias e Baier, envolvendo Fabão e Lugano, mas errava na finalização. O São Paulo, muito ansioso, teve uma boa chance aos 4 minutos com Cicinho, que foi à linha de fundo e cruzou com perigo, mas Fábio Santos mandou a bola para fora. O troco do Goiás foi aos 32 minutos. Em velocidade, Alex Dias, que estava apagado, apareceu de frente com Fabão, em jogada veloz iniciada no lançamento de Rodrigo Tabata. Ganhou do zagueiro e bateu à direita de Rogério Ceni para fazer 1 a 0. Com o gol, Alex acabou com um jejum de nove jogos sem gols. A derrota parcial irritou os jogadores do São Paulo. Primeiro com a troca de Diego Tardellli, que mesmo após ser advertido com cartão amarelo ainda tentou peitar o juiz e acabou trocado por Souza. Depois, com a expulsão de Cicinho, que na tentativa de matar um contra-ataque do Goiás deu uma rasteira no volante Josué.No segundo tempo, as duas equipes mantiveram a disputa pela vitória, jogando de maneira competitiva e em velocidade. Mas, com um homem a menos, o São Paulo cedeu terreno ao Goiás. Aos dois minutos, Paulo Baier lançou para Alex, dentro área, que chutou para fora quando Rogério Ceni já estava batido. O time goiano ainda perdeu três excelentes chances de marcar. Aos 15 minutos no chute fulminante de Alex Dias que Rogério Ceni defendeu. Depois, aos 17 minutos, Paulo Baier chutou sobre o travessão, e aos 20 minutos Ceni defendeu o chute forte de Leandro. Mesmo com Danilo sem inspiração e Grafite bem marcado, o São Paulo não perdeu seu poder ofensivo, avançou e conseguiu acuar a defesa do Goiás. Na melhor das oportunidades, Souza acertou o travessão de Harlei que estava batido, aos 25 minutos. Como o São Paulo não fez, o Goiás ampliou. Aos 36 minutos Alex Dias lançou Rodrigo Tabata que da entrada da área chutou forte e rasteiro no canto direito de Rogério Ceni, para marcar 2 a 0 e liqüidar as pretensões são-paulinas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.