Goiás luta contra sina de eliminações internacionais

Time de Jorginho estreia nas oitavas da Copa Sul-Americana contra o Peñarol, a partir das 19h30

AE, Agência Estado

13 de outubro de 2010 | 08h37

Vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, o Goiás aposta na Copa Sul-Americana para salvar seu segundo semestre. O time goiano estreia nas oitavas de final do torneio contra o tradicional Peñarol, nesta quarta-feira, a partir das 19h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Diante do Peñarol, o time goiano ainda lutará contra um tabu de ser eliminado por times estrangeiros na Copa Sul-Americana. Em 2009, o algoz foi o Cerro Porteño, do Paraguai. E em 2007, caiu diante do Arsenal, da Argentina.

"A Sul-Americana é um campeonato em que podemos ser campeões e ganhar um lugar na Libertadores. É essencial não sofrer gol em casa. Temos de fazer o resultado aqui", disse o zagueiro/lateral Marcão, lembrando dos gols marcados fora de casa como fator de desempate.

O técnico Jorginho deve promover o retorno do atacante Felipe ao time titular. O jogador, que foi artilheiro do Goiás na Copa Sul-Americana de 2009, com quatro gols, não atuou nos dois últimos jogos devido a dores musculares, mas treinou normalmente nesta semana. O zagueiro Rafael Tolói, outro que se recuperou de lesão muscular, também pode ser novidade.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa Sul-AmericanaGoiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.