Goiás luta para seguir na cola do líder

A derrota para o Internacional por 1 a 0, no Serra Dourada, na última terça-feira, atrapalhou os planos do Goiás. O time ficou a 10 pontos do líder Corinthians e busca diminuir a vantagem neste sábado contra o Fortaleza, às 17 horas (horário de Brasília), fora de casa. Mas o técnico Geninho está com problemas para escalar a equipe. Sem contar com nenhum zagueiro, o treinador vai ter de mudar o esquema do time. Em vez do 3-5-2, colocará a equipe no 4-4-2. O volante Rafael Dias e o lateral Luciano Almeida foram os escolhidos para formar a zaga. No total, Geninho conta com 8 desfalques. ?Apesar de ter atletas fora de posição, confio na boa qualidade deles e tenho certeza que darão conta do recado?, disse o técnico. O time goiano teve uma importante visita na manhã desta sexta. O técnico de Portugal, Luiz Felipe Scolari, esteve na sede do clube e elogiou a campanha do time. FORTALEZA - No Fortaleza, o técnico Valdir Espinosa vai manter a mesma equipe que venceu o Atlético-MG, por 3 a 2, no Mineirão, na última rodada ? foi a primeira vitória do treinador no comando da equipe. O resultado colocou o time na zona de classificação à Copa Sul-Americana ? está com 45 pontos ?, mas o treinador não quer saber de euforia. ?Não devemos achar que tudo está pronto. Temos de continuar exigindo e cobrando mais?, disse. ?A acomodação pode resultar no início de novas derrotas, coisa que nós não queremos. Precisamos continuar com a mesma seriedade?.

Agencia Estado,

29 de outubro de 2005 | 10h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.