Goiás/Twitter
Goiás/Twitter

Goiás marca no fim, supera o Ceará no Serra Dourada e assume 7º lugar

Alviverde chega aos seis pontos após vitória por 2 a 1 sobre cearenses, dentro de casa

Redação, Estadão Conteúdo

11 de maio de 2019 | 23h30

O Goiás sofreu, mas foi buscar a segunda vitória no Campeonato Brasileiro nos minutos finais. Com gol de Barcía aos 45 minutos do segundo tempo, o time esmeraldino derrotou o Ceará por 2 a 1, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, na noite deste sábado, pela quarta rodada da competição.

Com o resultado, o Goiás subiu para o sétimo lugar, com seis pontos. O Ceará, por sua vez, perdeu a terceira seguida e segue estacionado com três pontos. O time cearense ainda viu o jejum de 20 anos sem vitória sobre o Goiás ser mantido.

Antes de a bola rolar, o técnico Claudinei Oliveira falou que esperava intensidade do Goiás. Por isso, ele gostou do que acompanhou nos primeiros minutos. Os esmeraldinos entraram em campo ligados e foram para cima do Ceará.

Quem chamou a responsabilidade foi o jovem Michael. Ele criou a primeira oportunidade de jogo em finalização de fora da área, que obrigou Diogo Silva a trabalhar. Em seguida, aos 16 minutos, o atacante fez linda jogada individual, passou por dois marcadores, ficou de cara para o gol, mas errou na finalização, chutando em cima do goleiro cearense.

O Goiás transformou a pressão em gol aos 20 minutos. Em linda jogada, Jefferson recebeu pela esquerda e lançou para área. Kayke ajeitou de calcanhar para Marlone chegar batendo colocado. Em primeiro momento, o árbitro Caio Max Augusto Vieira anulou o gol. Após quatro minutos de paralisação, a arbitragem de vídeo fez o juiz mudar de ideia e ajudou a validar o gol.

Esta vantagem acordou o time do Ceará, que passou a jogar melhor. Samuel Xavier quase deixou tudo igual em finalização que carimbou o travessão. Com a bola no campo de ataque, o visitante ficou procurando espaço para tentar o empate. Antes do intervalo, Fabinho ainda teve a chance após cobrança de escanteio, mas a cabeçada foi para fora.

O Ceará voltou para o segundo tempo com a mesma pegada. Em cobrança de falta fechada, logo aos três minutos, Ricardinho exigiu grande defesa de Tadeu. Para tentar furar a defesa goiana e manter a pressão, o técnico Enderson Moreira promoveu a estreia do meia Thiago Galhardo, contratado junto ao Vasco.

A estrela do treinador brilhou aos 31 minutos, quando o Ceará foi buscar o empate. Após cobrança de falta de Ricardinho, Galhardo deu leve desvio de cabeça e superou o goleiro Tadeu, deixando tudo igual. Logo em seguida, o meia teve a chance da virada. Ele recebeu na entrada da área, limpou a marcação e finalizou colocado, errando o alvo por pouco.

Em busca de uma escapada em velocidade para tentar reagir, o Goiás não conseguiu encaixar contra-ataques. Em boa oportunidade, Júnior Brandão tabelou com Michael, avançou em direção ao gol, mas demorou a finalizar e acabou travado.

O placar parecia decidido, mas o uruguaio Barcía mudou a história do confronto. Aos 45 minutos, após cruzamento de Michael o atacante acertou a trave em cabeçada, mas conseguiu aproveitar o próprio rebote para mandar para o fundo do gol e decidir a partida. Ainda deu tempo do Ceará voltar a assustar, em nova jogada aérea de Thiago Galhardo. Mas não evitou a derrota.

Os dois times voltam a jogar no dia 19. O Goiás faz mais um duelo no Serra Dourada, desta vez, contra o Botafogo, às 16 horas. Um pouco mais tarde, às 19 horas, o Ceará recebe o Grêmio, no Castelão, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 2 X 1 CEARÁ

GOIÁS - Tadeu; Daniel Guedes, David Duarte, Yago e Jefferson; Geovane, Léo Sena (Renatinho) e Marlone (Yago Felipe); Michael, Kayke (Júnior Brandão) e Leandro Barcía. Técnico: Claudinei Oliveira.

CEARÁ - Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Auremir (Thiago Galhardo), Fabinho, Ricardinho e Fernando Sobral; Chico (Leandro Carvalho) e Ricardo Bueno (Roger). Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Marlone, aos 20 minutos do primeiro tempo. Thiago Galhardo, aos 31, e Leandro Barcía, aos 45 do segundo.

ÁRBITRO - Caio Max Augusto Vieira (RN).

CARTÕES AMARELOS - Júnior Brandão e Yago Felipe (Goiás); Diogo Silva (Ceará).

RENDA - R$ 109.745,00.

PÚBLICO - 8.052 pagantes (9.493 presentes).

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.