Felipe Oliveira / EC Bahia
Felipe Oliveira / EC Bahia

Goiás marca nos acréscimos e empata com o Bahia na Fonte Nova

Resultado prejudica ambas as equipes na luta para evitar o rebaixamento para a série B

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2021 | 21h59

Bahia e Goiás fizeram um jogo movimentado e de seis gols, mas o empate por 3 a 3, neste sábado, na Arena Fonte Nova, pela 35ª rodada, em nada ajudou na situação dos dois times no Campeonato Brasileiro. Ambos seguem na luta contra o rebaixamento.

O Bahia parou no 16º lugar e, com 37 pontos, poderá terminar a rodada na zona da degola. O Goiás está na degola, no 18º e antepenúltimo posto, com 33 pontos.

Os dois times fizeram um primeiro tempo movimentado e de três gols. O Goiás tomou a iniciativa e abriu o marcador aos 18 minutos. Vinicius cruzou, a bola pegou na mão de Gregore e, com a ajuda do VAR, o árbitro catarinense Rafael Traci anotou pênalti.

Na cobrança, Fernandão bateu, Anderson defendeu com a perna direita, mas a bola bateu no travessão e voltou nos pés do atacante do Goiás que emendou para as redes.

O Bahia empatou aos 25. David Duarte afastou mal e a bola sobrou para Gilberto mandar uma bomba sem chances para Marcelo Rangel. Antes do intervalo, aos 47, o Bahia virou com Gabriel Novaes. Ele recebeu de Gilberto, cortou David Duarte e tocou no canto esquerdo do goleiro esmeraldino.

No segundo tempo, o Goiás tratou de empatar logo aos 3 minutos. Vinícius aproveitou levantamento de Índio, subiu mais que a zaga e anotou de cabeça o empate dos visitantes. O Bahia tentou de longa distância com Rossi e Alesson, mas Marcelo Rangel defendeu ambas.

Aos 20, os donos da casa ficaram com um jogador a menos. Rafael Moura foi mais rápido do que Daniel que levantou muito a perna e foi expulso. O Goiás foi para cima e Ariel Cabral quase fez mais um para os visitantes aos 27 minutos.

O Bahia, porém, não se deu por vencido. Aos 33, Alesson aproveitou chutão de Anderson e, de cara para o gol, colocou o Bahia novamente na frente após driblar Marcelo Rangel. Aos 49, o Goiás empatou com Fernandão. O atacante aproveitou desvio de Ariel Cabral e cabeceou para as redes.

Na 36ª rodada, o Bahia visitará o Atlético-MG no próximo sábado, 13 de fevereiro, às 19 horas, no Mineirão, em Belo Horizonte. No mesmo dia, mas às 17 horas, o Goiás receberá o rebaixado Botafogo na Serrinha, em Goiânia.


FICHA TÉCNICA:

BAHIA 3 x 3 GOIÁS

BAHIA - Anderson; Nino Paraíba (João Pedro), Ernando, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Gregore, Ramon (Daniel) e Ronaldo; Rossi (Fessin), Gilberto (Juninho) e Gabriel Novaes (Alesson). Técnico: Dado Cavalcanti.

GOIÁS - Marcelo Rangel; David Duarte (Taylon), Fábio Sanches e Iago Mendonça; Índio (Miguel Figueira), Henrique Lordelo (Ariel Cabral), Breno (Gustavinho), Shaylon e Jefferson (Rafael Moura); Vinícius e Fernandão. Técnico: Glauber Ramos.

GOLS - Fernandão, aos 18, Gilberto, aos 25, e Gabriel Novaes, aos 47 minutos do primeiro tempo. Vinícius, aos 3, Alesson, aos 33, e Fernandão, aos 49 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rossi, Nino Paraíba (Bahia); Jefferson, Fernandão, Taylon, Ariel Cabral (Goiás).

CARTÃO VERMELHO - Daniel (Bahia).

ÁRBITRO - Rafael Traci (SC).

RENDA e PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.