Rosiron Rodrigues/Goiás
Rosiron Rodrigues/Goiás

Goiás quer apagar a má impressão deixada em amistoso no duelo com o São Paulo

'Precisamos olhar para frente, para o adversário difícil que vamos enfrentar', declarou o goleiro Tadeu

Redação, Estadão Conteúdo

09 de agosto de 2020 | 11h44

O Goiás chega debaixo de muita desconfiança para a estreia no Campeonato Brasileiro, neste domingo, contra o São Paulo, em Goiânia (GO), depois de ter perdido o amistoso contra o Cuiabá, por 2 a 0, no último final de semana.

Sem disputar uma partida oficial desde o dia 15 de março, pois o Campeonato Goiano será retomado apenas em 2021, o Goiás fez três amistosos neste período. Além da derrota para o Cuiabá, o time ganhou de dois frágeis adversários: Capital-DF e Brasiliense.

"Estamos focados em fazer uma boa estreia. Deixamos o Cuiabá para trás porque precisamos olhar para frente, para o adversário difícil que vamos enfrentar no domingo", avisou o goleiro Tadeu.

Insatisfeito com o que viu no último amistoso, o técnico Ney Franco estuda promover mudanças. A escalação mesmo só deve ser definida momentos antes da bola rolar.

O problema é que o treinador pode ter uma baixa importante. O zagueiro Rafael Vaz sentiu um desconforto muscular na coxa e não participou do treinamento desta sexta-feira. David aparece como provável companheiro de Fábio Sanches.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.