Goiás quer triunfo para evitar queda precoce à Série B

À beira do seu maior fracasso dos últimos 12 anos, o time do Goiás pode se despedir da Série A já neste domingo, às 19h30, diante do Santos, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 36.ª e antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro. "A esperança é a última que morre", disse o goleiro Harlei. "Matematicamente não estamos rebaixados, mas temos três jogos pela frente e vamos mostrar nosso valor", afirmou o lateral-esquerdo Wellington Saci.

RUBENS SANTOS, Agência Estado

21 de novembro de 2010 | 08h33

O Goiás, atual 19.º colocado com 32 pontos, já passou 27 rodadas na zona de rebaixamento. Mas ao contrário de 2003, quando ficou 20 rodadas nos últimos lugares, escapou do rebaixamento na última rodada - milagre creditado às malas brancas. Em 2010, sem "incentivos", a administração já reage à perda de status, dos direitos televisivos e dos patrocinadores pelo rebaixamento à Série B. Assim, já enxuga as contas, reduz despesas e salários e negocia a saída de vários jogadores e funcionários.

Contra o Santos, o técnico Arthur Neto tem dúvidas na escalação de Wendell, na lateral direita, e de Felipe, no ataque. Valmir Lucas pode jogar no lugar do primeiro e Everton Santos está cotado para assumir a dupla de ataque com Rafael Moura.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroGoiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.