Goiás surpreende e vence o Botafogo

Vitória goiana por 4 a 1 breca a ascensão do time carioca no Campeonato Brasileiro

RUBENS SANTOS, Agência Estado

15 de setembro de 2010 | 21h50

GOIÂNIA - O Botafogo vinha embalado, depois de duas vitórias seguidas que o levaram ao terceiro lugar no campeonato. Mas o Goiás, mesmo estando na lanterna, surpreendeu o time carioca e conseguiu vencer por 4 a 1, na noite desta quarta-feira, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também:

SÉRIE A - tabelaClassificação | listaCalendário/Resultados

Com a grande vitória em casa, o Goiás chegou aos 20 pontos, mas ainda está na zona de rebaixamento do campeonato. O Botafogo, por outro lado, perdeu a chance de se aproximar dos líderes, permanecendo com os mesmos 37 pontos, agora na quarta colocação - foi ultrapassado pelo Cruzeiro, que ganhou do Guarani.

Marcando sob pressão, o Botafogo tentou confirmar o favoritismo desde o início do jogo. Mas o Goiás soube reagir. Assim, os donos da casa conseguiram sair na frente, abrindo o placar aos 14 minutos, quando Wellington Monteiro aproveitou rebote e chutou para fazer 1 a 0.

O segundo gol do Goiás saiu aos 31 minutos. No lance, Wellington Monteiro subiu pela esquerda e chutou de longe. A bola bateu na trave e voltou nos pés de Rafael Moura, que tocou para fazer 2 a 0. O Botafogo, no entanto, reagiu ainda no primeiro tempo, com o gol do uruguaio Loco Abreu já aos 43 minutos.

Na segunda etapa, a troca de Lúcio Flávio por Caio, que passou a jogar ao lado de Loco Abreu, tornou o Botafogo mais ofensivo. O time carioca até que criou boas chances, mas não soube marcar. Melhor para o Goiás, que conseguiu ampliar. Aos 36 minutos, Rafael Moura cobrou o pênalti que ele mesmo sofreu e fez o terceiro. Depois, já aos 46, Felipe bateu forte, a bola bateu na trave e Bernardo aproveitou o rebote para fechar a goleada.

GOIÁS - 4 - Harlei; Valmir Lucas, Rafael Tolói e Marcão (Rithelly); Wendel Santos, Amaral (Carlos Alberto), Wellington Monteiro, Bernardo e Júnior (Douglas); Rafael Moura e Felipe. Técnico: Jorginho

BOTAFOGO - 1 - Jefferson; Fábio Ferreira, Leandro Guerreiro e Antonio Carlos; Alessandro, Fahel (Túlio Souza), Lúcio Flávio (Caio), Renato Cajá (Bruno Tiago), Maicosuel e Edno; Loco Abreu. Técnico: Joel Santana

Gols - Wellington Monteiro, aos 14, Rafael Moura, aos 31, e Loco Abreu, aos 43 minutos do primeiro tempo; Rafael Moura (pênalti), aos 36, e Bernardo, aos 46 minutos do segundo tempo; Árbitro - Francisco Carlos Nascimento (AL); Cartões amarelos - Rafael Moura, Júnior e Marcão; Renda - R$ 161.757,50; Público - 12.450 espectadores; Local - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.