Thais Freitas/Goiás
Thais Freitas/Goiás

Goiás tenta terceiro triunfo seguido para se aproximar dos líderes do Brasileirão

Já o CSA aposta no fator casa para desencantar e conquistar sua primeira vitória na Série A

Redação, Estadão Conteúdo

27 de maio de 2019 | 08h18

Buscando o terceiro triunfo consecutivo no Campeonato Brasileiro para se aproximar dos primeiros colocados, o Goiás enfrenta o CSA nesta segunda-feira, às 20 horas, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela sexta rodada. O técnico Claudinei Oliveira não poderá contar com Júnior Brandão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e com o meia Léo Sena, com uma lesão na coxa.

Com isso, o treinador dará uma chance para Kayke mostrar porque merece ser titular da equipe esmeraldina. Já no meio de campo, Yago Felipe foi confirmado por Claudinei Oliveira, que não escondeu o jogo e revelou os 11 jogadores que iniciarão o duelo.

"Kayke sempre se mostrou um cara muito maduro, muito tranquilo, e lógico querendo fazer os gols, querendo ganhar. A gente sabe que o atacante vive de gols e não é só ele que tem que fazer os gols. Gol de qualquer um vale a mesma coisa, um gol do 9 não vale dois né, vale um igual dos outros. Então o Junior Brandão ou o Kayke jogarem, ou não, não depende só da questão dos gols, depende da questão do jogo", disse Claudinei Oliveira.

O treinador ainda exaltou a força do grupo: "A gente tem de lutar até o final, isso eu passo para os jogadores desde que cheguei. Só a preparação física não dá isso. Mas a questão mental faz a diferença, é querer buscar. Nosso elenco é competitivo. A dificuldade desanima, mas nosso time não desanima", garantiu.

Vindo de triunfos contra Ceará (2 a 1) e Botafogo (1 a 0), o Goiás aparece com nove pontos na tabela de classificação, distante mesmo só do líder Palmeiras, que tem 16.

OUTRO LADO

Ainda sem vencer no Campeonato Brasileiro, o CSA tenta desencantar ao lado do seu torcedor na partida frente ao Goiás. O técnico Marcelo Cabo fechou os treinamentos durante a semana e deixou claro que não dará pistas sobre a escalação.

"Jogamos em casa, precisamos fazer prevalecer o mando de campo. É o jogo mais importante do ano do CSA. Precisamos do resultado para enfim conquistar a primeira vitória no Campeonato Brasileiro. É um time em ascensão, por isso vou tratar da escalação internamente", afirmou Marcelo Cabo.

Sem o lateral colombiano Armero, que rescindiu o seu contrato com o clube, Carlinhos ganha uma sequência pelo lado esquerdo de campo. A principal dúvida do treinador é na questão ofensiva. Maranhão e Madson brigam por posição ao lado de Patrick Fabiano. O primeiro larga na frente por um lugar entre os titulares.

Marcelo Cabo analisou o confronto diante do Goiás. "Tivemos uma semana muito boa de trabalho, estamos buscando aquilo que a gente precisa para obter nossa primeira vitória em casa. Acreditamos em um grande jogo diante do Goiás", finalizou.

Mesmo empatando contra times considerados favoritos ao título, exemplos de Palmeiras e Santos, o CSA somou apenas três pontos, figurando dentro da zona de rebaixamento do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.