Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Coritiba/Twitter
Coritiba/Twitter

Goiás vence, afunda o Coritiba e fica próximo de deixar a zona de rebaixamento

No Couto Pereira, equipe goiana faz 2 a 1 e chega aos 28 pontos; paranaenses estão na lanterna

Redação, Estadão Conteúdo

06 de janeiro de 2021 | 23h00

O Goiás ressurgiu de vez no Campeonato Brasileiro. O time esmeraldino deu grande passo para sair da zona de rebaixamento ao derrotar o Coritiba por 2 a 1, nesta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, pela 28.ª rodada. De quebra, praticamente deixou o clube paranaense ainda mais perto do descenso.

Vivendo seu melhor momento na competição, o Goiás chegou aos 28 pontos, na 18.ª colocação, apenas a dois do Bahia, o primeiro fora da zona de rebaixamento. O Coritiba está na lanterna, com apenas 21.

A nova diretoria do Goiás tomou posse e foi logo quitando os salários atrasados de jogadores e funcionários. A iniciativa refletiu dentro de campo. O que se viu foi um time aguerrido, dividindo todas as bolas e sendo eficaz no ataque. Após cobrança de escanteio de Shaylon, a bola ficou viva dentro da área. Fábio Sanches precisou tentar duas vezes para empurrar no fundo das redes.

O gol abateu o Coritiba, que não conseguiu se inflamar nem com a presença do novo treinador. Gustavo Morínigo, ex-Olímpia, estava no Couto Pereira e certamente não gostou do que viu. Apático, o time paranaense ainda sofreu o segundo. Rafael Moura tabelou com Vinícius e tocou na saída de Wilson para fazer 2 a 0.

E o resultado só não foi mais devastador por causa de Wilson. O goleiro fez uma defesa à queima-roupa de Vinícius, após cruzamento de Shaylon. O goleiro é um dos poucos destaques da equipe na temporada.

No segundo tempo, o Coritiba acordou e diminuiu aos 13 minutos. Neilton cobrou falta para dentro da área, a bola ficou viva para Robson. O atacante encheu o pé para recolocar o time paranaense no jogo. O segundo quase saiu na sequência. Ricardo Oliveira recebeu em boa posição e chutou para defesa de Tadeu.

O jogo se transformou em ataque contra a defesa. O Coritiba partiu para cima e jogou o Goiás para o seu campo de defesa. O time esmeraldino se fechou e acabou anulando os espaços do adversário, que bateu, mas não conseguiu fazer a infiltração e acabou sendo derrotado nesta quarta-feira.

Na próxima rodada, o Coritiba fará clássico com o Athletico-PR no sábado, às 19h, no Couto Pereira. No domingo, às 18h15, o Goiás visita o Internacional no Beira-Rio, em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 1 X 2 GOIÁS

CORITIBA - Wilson; Nathan Ribeiro (Ricardo Oliveira), Rhodolfo e Sabino; Maílton (Pablo Thomaz), Hugo Moura, Nathan Silva (Sarrafiore) e Jonathan; Rafinha (Cerutti), Robson (Nathan) e Neilton. Técnico: Julio Sérgio.

GOIÁS - Tadeu; David Duarte, Fábio Sanches e Heron (Iago Mendonça); Shaylon, Ariel Cabral, Breno (Daniel Oliveira), Douglas Baggio (Índio) e Jefferson; Vinícius (Henrique Lordelo) e Rafael Moura. Técnico: Glauber Ramos.

GOLS - Fábio Sanches, aos 20, e Rafael Moura, aos 29 minutos do primeiro tempo. Robson, aos 11 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Hugo Moura, Jonathan, Rafinha e Rhodolfo (Coritiba); Daniel Oliveira, Henrique Lordelo e Iago Mendonça (Goiás).

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.