Goiás vence Atlético-MG em Goiânia

O time do Goiás voltou a vencer, desta vez batendo o Atlético-MG por 3 a 1, de virada, neste sábado à tarde, em Goiânia. O resultado permite ao time goiano aumentar as suas pretensões no Campeonato Brasileiro, uma vez que subiu da 8a. para a 5a. posição ao somar 27 pontos ganhos. Já o Atlético-MG, que começou o jogo vencendo mas deixou o adversário virar, ainda não conseguiu fugir da zona de rebaixamento, segue entre os lanternas da competição. Na próxima rodada, quarta-feira, o Goiás enfrenta o Atlético-PR na Arena, em Curitiba; o Atlético-MG recebe o Paysandu, no Mineirão. No primeiro tempo, o Atlético-MG tentou envolver a defesa goiana com a troca de passes rápidos entre Luiz Mário e Rodrigo Fabri nos eficientes contra-ataques, enquanto o Goiás insistia nas jogadas em profundidade, com Paulo Baier ou Jadílson, mas sem abrir espaço com as bolas enfiadas pelo meio pela boa marcação atleticana. Os gols saíram de bola parada. Aos 26 minutos, o paraguaio estreante Cáceres aproveitou a falta de marcação e a cobrança de escanteio de Zé Mário, para subir bem e cabecear no canto de Harlei para marcar fazer 1 a 0. O Goiás empatou em aos 36 minutos, com Paulo Baier cobrando falta com precisão, encobrindo a barreira e acertando o canto direito de Danrlei. Na etapa final e embora as equipes procurassem render mais, o Goiás teve melhor sorte. Em apenas 10 minutos matou todas as pretensões do Galo no jogo.Primeiro, marcando gols. Depois ganhando terreno com um homem com a expulsão do zagueiro Cáceres, que em sua estréia passou de herói a vilão. Por fim, fazendo bilhar a estrela do técnico Geninho, que ganhou 10 em 12 pontos disputados com o Goiás. O Goiás virou para 2 a 1 aos 8 minutos com Roni, aproveitando lançamento de Jadílson. Aos 18 minutos, Souza ampliou para 3 a 1. O galo ainda tentou reagir mas não teve chances. "Entramos em campo sob pressão para fazer um grande jogo e merecendo um resultado melhor", desabafou Tite, o técnico do Galo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.