Goiás vence e ameaça embolar a briga

Na sua escalada pela conquista de uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem, o Goiás deu um passo importante nesta quinta-feira à noite ao vencer o Juventude por 1 a 0, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO). A vitória sobre o time gaúcho leva os goianos aos 33 pontos ganhos à terceira posição na classificação.Melhor para o técnico Geninho, que dos últimos 24 pontos disputados ganhou 19. Pior para o Juventude, que despenca no campeonato: nas três últimas partidas perdeu para o Palmeiras, empatou com o São Caetano e foi batido pelo Goiás. Assim, Sebastião Lazaroni continua sem vencer no comando do time de Caxias do Sul. Na próxima rodada, o Goiás recebe no domingo o Flamengo, jogando mais uma vez em Goiânia, enquanto o Juventude pega o Fluminense no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), também no domingo.Em campo, e assim que o jogo começou, o Goiás passou a pressionar em busca do gol. Mas perdeu muitas chances de marcar gols, como aos 9 minutos com Luciano Almeida e aos 28 minutos com Roni. Só abriu o placar aos 36 minutos, com Rodrigo Tabata cobrando muito bem uma falta sobre Roni e acertando o ângulo esquerdo de Doni.O Juventude, mesmo acuado pelos desfalques - cinco no sistema defensivo - e limitado a abrir espaço nos contra-ataques, teve boas chances de marcar: aos 25 minutos com Caíco e aos 45 minutos com Jardel.Na etapa final, o time da casa mostrou-se ainda mais determinado a massacrar a defesa do Juventude, acertando três bolas na trave com Luciano Almeida e Roni nos primeiros 10 minutos. E ainda foi beneficiado pelo sistema defensivo do Juventude, que abriu e permitiu ao Goiás tocar a bola, armar jogadas ensaiadas, e tornar o adversário uma presa fácil. Mas não soube traduzir a superioridade em gols, o que tornou dramático o final da partida, com o retrancado Juventude tentando reagir ao descobrir falhas no meio-campo goiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.