Goiás vence o Fluminense e escapa da zona de risco

Paulo Baier comanda vitória por 5 a 3; resultado dá alívio, mas ainda corre risco de rebaixamento

Rubens Santos, especial para o Estadão

20 de outubro de 2007 | 20h44

Sob pressão da ameaça de rebaixamento, o time do Goiás reagiu ao vencer, de virada, o Fluminense por 5 a 3, neste sábado, num jogo com direito a festival de gols e de penalidades, com destaque para Paulo Baier, que fez três gols e comandou a vitória do clube goiano.   Veja também: Classificação do Brasileirão"Nós saímos de uma situação difícil", festejou Paulo Baier. "Eu conheço o fundamental da minha responsabilidade no time e sei que há dias em que se está bem e há dias em que não se está bem e se é criticado", disse ele. "Hoje, saímos da tensão, vencemos e seremos elogiados", disse após o jogo.   O resultado do jogo tirou o Goiás das proximidades do rebaixamento, já que subiu da 15.ª para a 13.ª posição, passando a somar 41 pontos. O Fluminense, com aproveitamento em torno de 51% fora de casa, manteve a sexta posição, com 48. Agora, na próxima rodada, o Goiás enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, enquanto o time carioca recebe o Atlético-MG, no Maracanã.   No primeiro tempo, o Goiás cedeu espaços e o Fluminense, em contra-ataques com velocidade, criou boas chances e abriu o placar aos 36 minutos: Cícero acertou o canto de Harlei ao receber um passe na medida de Alex Dias.    Goiás 5 Harlei, Vitor, Paulo Henrique, Ernando e André Leone; Cléber Goiano (Felipe), Amaral, Fábio Bahia e Paulo Baier; Cristiano (Wendell) e Rinaldo (Fabiano Oliveira) Técnico: Márcio Araújo  Fluminense 3 Fernando Henrique, Gabriel, Thiago Silva, Luiz Alberto e Junior César; Fabinho, Romeu, Arouca (David) e Cícero; Alex Dias e Adriano Magrão (Rodrigo Tiuí) Técnico: Renato Gaúcho Gols: Cícero aos 36; Paulo Baier aos 43; Cristiano aos 45 minutos do primeiro tempo; Tiago Silva aos 8; Paulo Baier aos 10; Tiago Silva aos 18; Paulo Baier aos 37 e Fábio Bahia aos 39 minutos do segundo tempoÁrbitro: Leonardo Gaciba (FIFA - RS)Renda: R$ 111.960,00Público: 11.595 pagantesEstádio: Serra Dourada, Goiânia O Goiás melhorou e virou o jogo em dois minutos. Aos 43, Paulo Baier aproveitou jogada de Vitor pela direita e cruzou; a bola foi desviada e entrou. Aos 46, em contra-ataque rápido, André Leone cruzou e Rinaldo marcou.   No segundo tempo, o juiz gaúcho Leonardo Gaciba marcou uma estranha seqüência de penalidades. Primeiro, aos oito minutos, apontou um toque de mão de Cléber Goiano na grande área. Tiago Silva cobrou com força, no canto esquerdo de Harlei para empatar. Dois minutos depois, Gaciba marcou falta da zaga do Flu, penalidade que Paulo Baier bateu no canto para recolocar seu time à frente.   Leonardo Gaciba não parou por aí e, aos 18, marcou o terceiro pênalti, desta vez sobre Luiz Alberto. Tiago Silva bateu de novo e deixou a partida novamente empatada, acertando o canto direito de Harlei.   Determinado a vencer, o Goiás ampliou para 4 a 3 aos 37 minutos, com Paulo Baier, de cabeça, Já o volante Fábio Bahia selou a vitória aos 39, numa bola que Júlio César tentou cortar, mas empurrou para seu próprio gol.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasileirão Série AFluminenseGoiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.