Goiás vence o Paraná em Curitiba

Com grande atuação do goleiro Harley e a presença maiúscula do meia Rodrigo Tabata, o Goiás soube segurar a pressão do Paraná, neste sábado à tarde, no Estádio Pinheirão, em Curitiba (PR), e teve tranqüilidade para garantir a vitória por 2 a 0 em dois minutos no final da partida. "Os jogadores não sentiram o peso da camisa. Saíram de uma situação adversa no primeiro tempo, mas tiveram maturidade e equilíbrio para retornar com confiança no segundo", elogiou o técnico Péricles Chamusca.No início do jogo, o Paraná surpreendeu. Depois de um mês sem atuar, o time demonstrou organização tática e vontade. Mas encontrou pela frente um Goiás com bom toque de bola no meio-de-campo. No entanto, a defesa não mostrava a mesma segurança e permitia que os atacantes paranistas chegassem com perigo. Sorte do Goiás que Harley estava nos melhores dias.No segundo tempo o que se viu do Paraná foi apenas correria, sem a necessária competência para tocar a bola para dentro do gol. Aí entrou o dedo dos técnicos. Péricles Chamusca, do Goiás, foi feliz, sobretudo com a entrada de Acácio, enquanto as mudanças feitas por Lori Sandri diminuíram o ímpeto de seu time. Não podia dar outra. Aos 37 minutos, Lei fez o primeiro. Dois minutos depois Fábio carimbou a vitória e fechou o placar.Confira a classificação, os resultados e a próxima rodada do Campeonato Brasileiro 2005.

Agencia Estado,

23 de abril de 2005 | 18h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.