Goiás x Santos: duelo dos melhores do returno da Série A

Time santista busca primeira vitória fora de casa desde 30 de julho, quando ainda era comandado por Cuca

Sanches Filho, Especial para o Estado de S. Paulo

20 de setembro de 2008 | 10h31

Santos e Goiás decidem quem é o melhor do segundo turno no Campeonato Brasileiro. O time paulista precisa da vitória neste sábado, às 18h20, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, com acompanhamento online do estadao.com.br para trocar de posição com o anfitrião e passar a liderar o returno do Nacional.Veja também: Kléber Pereira diz que está no melhor momento de sua vida Técnico do Santos pede marcação forte contra o Goiás Reginaldo garante estar pronto para estrear pelo Santos  Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoMas não é apenas o topo da classificação que vai estar em jogo. Há seis partidas sem perder, único invicto da segunda fase e a um ponto de uma vaga para a Copa Sul-Americana de 2009, o time do técnico Márcio Fernandes quer voltar a ganhar fora de casa, o que não acontece desde o confronto com o Internacional, em Porto Alegre, em 30 de julho, quando Cuca ainda estava no comando."É um grande desafio", reconhece o técnico Márcio Fernandes. "Vai ser um jogo difícil porque o Goiás derrotou o Grêmio em Porto Alegre, só perdeu do Sport e joga bem em Goiânia. Disse aos jogadores que vamos precisar de humildade para marcar. E competência para atacar." Por enquanto, a volta de Michael, recuperado de inflamação no ligamento colateral do joelho esquerdo, no lugar de Molina é a única mudança confirmada no time em relação ao dos 2 a 0 diante do Fluminense, domingo passado, na Vila.  Goiás Harlei; Ernando, Henrique, Rafael Marques e Júlio César; Vítor, Fahel, Ramalho e Anderson Gomes; Paulo Baier e Iarley Técnico: Hélio dos Anjos  Santos Douglas; Wendel, Fabão, Fabiano Eller e Kléber; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Bida e Wendel; Cuevas e Kléber Pereira Técnico: Márcio Fernandes Árbitro: Leonardo Gaciba, Fifa/RSEstádio: Serra Dourada, em Goiânia, GOHorário: 18h20Rádio: Eldorado/ESPN - AM 700TV: SporTVDepois de acertar o sistema defensivo e solucionar o problema do lado direito com Wendel na lateral, a preocupação do técnico santista passou a ser a ala esquerda. Ele considera Kléber e Michael dois jogadores técnicos e acredita que ainda vão render bem mais. Por isso, Molina passou a ser opção para a meia-esquerda. Fernandes recusa-se a escalar Carleto e dá um descanso a Kléber, que não atravessa boa fase. "O Kléber pode não estar no ideal, mas é titular absoluto e tem a minha confiança. A tendência é de crescimento do setor com o melhor entrosamento entre ele e Michael", justifica. ESPIONAGEM O substituto para o zagueiro Domingos, suspenso pelo terceiro amarelo, ainda não foi escolhido. Mas tudo indica que será Fabão, com quem Fernandes conversou demoradamente ontem. Além de ser o favorito para formar a dupla defensiva com Fabiano Eller, Fabão também vem sendo útil como espião.Na conversa com o técnico, o zagueiro, que jogou no Goiás, deu informações sobre o adversário. E falou até sobre as dificuldades que os times de fora sentem por causa do clima seco de Goiânia.Ao contrário de alguns jogadores, que sugeriram que o time jogue com cautela, procurando a vitória nos contra-ataques, Fernandes quer que o Santos atue como time grande, de igual para igual. "Essa é a tradição do nosso futebol", defende o técnico.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCGoiásBrasileirão Série A

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.