Kim Hong Ji/Reuters
Kim Hong Ji/Reuters

Gol contra de sul-coreano salva Wilmots de primeira derrota no comando do Irã

Ex-técnico da Bélgica consegue empate no fim em amistoso disputado contra a Coreia do Sul

Redação, Estadão Conteúdo

11 de junho de 2019 | 12h22

O técnico belga Marc Wilmots assumiu o comando do Irã no mês passado, no lugar do português Carlos Queiroz, com a missão de classificar o país à Copa do Mundo de 2022, no Catar. Nesta terça-feira, em seu segundo jogo na seleção asiática, um gol contra o salvou da primeira derrota neste início de trabalho. Em um amistoso realizado em Seul, na Coreia do Sul, os iranianos arrancaram um empate por 1 a 1 contra os donos da casa.

Depois da goleada por 5 a 0 sobre a Síria, na semana passada, em Teerã, Wilmots teve o seu primeiro grande teste nesta terça-feira. E a sua equipe se comportou bem em campo, apesar de sair atrás no placar. No início do segundo tempo, aos 13 minutos, o atacante Hwang Ui-jo balançou as redes após uma falha da defesa iraniana.

O empate dos visitantes aconteceu apenas quatro minutos depois. Após um escanteio cobrado por Ahmad Nourollahi, a bola estava quase nas mãos do goleiro Cho Hyun-woo, quando o zagueiro Kim Young-gwon tentou tirar para fora, mas a cabeçada foi para o gol.

Após a igualdade nesta terça-feira, Coreia do Sul e Irã se preparam agora para as suas estreias nas Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2022. Os dois países começarão a disputa já na segunda fase, a partir de setembro deste ano. Pela etapa inicial, Mongólia, Bangladesh, Macau, Guam e Malásia se classificaram.

Em outros amistosos pela Ásia nesta terça-feira, a China do técnico italiano Marcelo Lippi venceu em casa o Tajiquistão por 1 a 0, Myanmar bateu Cingapura como visitante por 2 a 1 e Taiwan derrotou Hong Kong por 2 a 0, também fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.