Reprodução/ Twitter
Reprodução/ Twitter

Gol contra no final dá vitória ao Paraná sobre a Ponte Preta na Série B

Time tricolor assumiu provisoriamente a vice-liderança, atrás apenas do Cuiabá

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de setembro de 2020 | 21h52

Contando com o gol contra de Luizão, aos 43 minutos do segundo tempo, o Paraná venceu a Ponte Preta pelo placar de 2 a 1 na noite desta terça-feira, no estádio Durival Britto, pela sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O time tricolor assumiu provisoriamente a vice-liderança, atrás apenas do Cuiabá.

Com o resultado, o Paraná chegou aos 14 pontos, mesma pontuação do Cuiabá e quebrou a série de dois tropeços consecutivos no torneio. A Ponte Preta, que vinha de três vitórias seguidas, parou na sexta posição, com 11.

Enquanto Allan Aal pôde escalar o que tinha de melhor no duelo, a Ponte Preta computou nove desfalques, por lesão, cartão e covid-19. O time campineiro ainda perdeu João Paulo, um dos destaques da equipe, para o próximo confronto, por ter recebido o terceiro amarelo.

O Paraná fez o papel como mandante, saiu na pressão em cima da Ponte Preta e abriu o marcador logo aos dois minutos. Paulo Henrique recuperou a bola de Lazaroni e deu para Meritão. Ele mandou para Renan Bressan, que chutou no fundo das redes. O segundo só não saiu porque Ivan salvou o arremate de Meritão.

Apesar de sair atrás do placar, a Ponte colocou a bola no chão e foi saindo aos poucos em busca do empate. Aos 14 minutos, Matheus Peixoto recebeu belo cruzamento de João Paulo, livre dentro da área, e cabeceou com capricho para fazer 1 a 1. Luizão, na sequência, teve a chance de virar, mas jogou rente à trave.

Antes do fim do primeiro tempo, o Paraná perdeu Renan Bressan, autor do gol, com dores na coxa, e viu a Ponte Preta chegar bem próxima de fazer o segundo. Moisés encontrou Guilherme Pato pela direita, ele cruzou, mas João Paulo não conseguiu desviar a bola, desperdiçando boa oportunidade para marcar.

O panorama do segundo tempo mudou. Sem o ímpeto da etapa inicial, ambos os times aceitaram a marcação e criaram poucas oportunidades de gol. A Ponte preta tentou chegar através da bola parada. Após cobrança de escanteio, Moisés desviou e Alisson mandou por cima do gol.

A tática do Paraná não foi diferente. Fabrício cobrou falta e exigiu nova defesa de Ivan. Mas o time tricolor contou com um gol contra de Luizão para sair com os três pontos. Paulo Henrique apareceu bem pela direita e cruzou. O defensor foi tirar, mas jogou contra o próprio gol. No fim, a Ponte ainda tentou o empate, mas parou em Alisson.

Na próxima rodada, a Ponte Preta enfrenta o Botafogo na sexta-feira, às 21h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). No mesmo dia, às 19h15, o Paraná visita o Figueirense no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

FICHA TÉCNICA:

PARANÁ 2 x 1 PONTE PRETA

PARANÁ - Alisson; Paulo Henrique, Thales, Fabrício e Jean; Jhony Douglas, Higor Meritão (Karl), Renan Bressan (Michel), Guilherme Biteco (Gabriel Pires) e Marcelo (Andrey); Bruno Gomes. Técnico: Allan Aal.

PONTE PRETA - Ivan; Apodi, Luizão, Alisson e Guilherme Lazaroni; Luis Oyama (Danrley), Neto Moura (Dawhan) e João Paulo; Guilherme Pato (Faye), Matheus Peixoto (Ernandes) e Moisés (Yuri). Técnico: João Brigatti.

GOLS - Renan Bressan, aos 2, e Matheus Peixoto, aos 14 minutos do primeiro tempo. Luizão (contra), aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Fabrício, Renan Bressan e Thales (Paraná); Luis Oyama e João Paulo (Ponte Preta).

ÁRBITRO - Diego da Costa Cidral (SC).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.