Cristiano Andujar/Agif
Cristiano Andujar/Agif

Gol do Atlético-MG no fim impede título do Corinthians 'do sofá'

Aos 44 minutos do segundo tempo, Dátolo adiou fim do torneio

RAPHAEL RAMOS, O ESTADO DE S. PAULO

08 de novembro de 2015 | 19h11

Um gol de Dátolo, aos 44 minutos do segundo tempo, garantiu a vitória do Atlético-MG por 1 a 0 sobre o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli. O resultado impediu que o Corinthians conquistasse o Campeonato Brasileiro neste domingo. Faltando quatro rodadas para o fim da competição, a diferença entre as duas equipe permanece em 11 pontos (76 a 65). Como restam 12 pontos em disputa, matematicamente o Galo ainda tem chances de ser campeão.

Ao Corinthians, agora, resta esperar até o próximo dia 19 para tentar confirmar o título. Pela 35.ª rodada, a equipe vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco. O local da partida está indefinido entre São Januário ou Maracanã. No mesmo dia, o Atlético-MG joga contra o São Paulo, no Morumbi.

O Corinthians poderá ser campeão até com uma derrota na próxima rodada. Para isso acontecer, o Atlético-MG tem de, no máximo, empatar com o São Paulo.

Em caso de caso de empate, o time tem de torcer para o Atlético-MG não derrotar o São Paulo. Se o Corinthians vencer o Vasco, o título estará garantido independentemente do resultado do jogo no Morumbi.

A vitória de ontem renovou o ânimo do Atlético-MG na briga pela taça. “A gente não pensa mais no Corinthians. Sabíamos da dificuldade, fizemos um grande jogo e conseguimos o resultado que queríamos”, disse Datólo.

O argentino disse que o time mineiro vai encarar os próximos jogos como finais de campeonato. “A gente vai melhor. Ainda faltam quatro jogos. Serão quatro finais”, disse.

O jogo em Florianópolis foi marcado pela arbitragem polêmica de Marcelo Aparecido de Souza. No primeiro tempo, ele viu mão na bola do zagueiro Leonardo Silva, do Atlético-MG, e expulsão. Depois de muita reclamação e alertado pela bandeirinha de que a bola bateu no braço do jogador, ele voltou atrás e anulou o cartão vermelho.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.