Gol no final dá a vitória ao Coritiba sobre o Grêmio

Com um gol de Leonardo no final da partida, em uma partida de forte marcação no meio de campo, o Coritiba levou a melhor sobre o Grêmio e venceu os gaúchos por 2 a 1, neste sábado, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, na abertura da 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Coritiba abriu o placar aos 15 minutos da etapa final com Ayrton, sofreu o empate aos 18, com André Lima, e fechou o placar aos 44, com Leonardo.

JÚLIO CÉSAR LIMA, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 21h05

Com o resultado, o Coritiba subiu para a 12.ª colocação, agora com 15 pontos, mais distante da ameaça de rebaixamento. O Grêmio segue na quarta posição, com 24 pontos, e deu sorte que o rival Internacional (23) apenas empatou em casa com o Vasco e não o ultrapassou na tabela de classificação.

Com Willian e Sergio Manoel não dando espaço para Elano e Zé Roberto, respectivamente, o time do Coritiba conseguiu anular a criatividade do Grêmio, que não conseguiu chegar ao ataque com perigo. Apesar disso, o time da casa também deixava a desejar e somente em uma bola originada de falta Ayrton levou perigo ao goleiro gaúcho, aos 11 minutos. O Coritiba voltaria a assustar somente aos 25, em uma jogada individual de Leonardo que Marcelo Grohe defendeu.

Na segunda etapa, porém, o técnico do Grêmio, Vanderlei Luxemburgo, deixou no vestiário os dois criadores da equipe. Com Vilson e Marquinhos em campo, o Grêmio passou a variar mais suas jogadas pelas laterais, mas foi o Coritiba que abriu o placar, aos 15 minutos, quando Ayrton cobrou com perfeição uma falta no ângulo esquerdo de Marcelo Grohe.

A reação gremista veio em seguida, aos 18 minutos, também originada de bola parada. Edilson lançou para a área e André Lima subiu mais que a zaga para empatar.

O Coritiba voltou a pressionar e Marcelo Grohe chegou a salvar o Grêmio aos 25 minutos, em uma cabeçada de Pereira. Em seguida, as ações ficaram equilibradas novamente.

O jogo caminhava para o empate quando, aos 44 minutos, Leonardo recebeu um passe pela esquerda e avançou sem marcação. O atacante percebeu Marcelo Grohe adiantado e tocou no ângulo direito do goleiro e definiu o placar. No final da partida, o herói do Coritiba, que vinha sendo questionado, desabafou. "Estava parado, treinei três dias e iniciei uma maratona de jogos, mas depois de uma vitória, não importa ser o artilheiro da equipe. A gente precisava ganhar esse jogo de qualquer maneira. Meio a zero estava bom", concluiu.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 2 x 1 GRÊMIO

CORITIBA - Vanderlei; Ayrton, Emerson, Pereira e Lucas Mendes; Willian, Sergio Manoel (Chico), Robinho (Everton Ribeiro) e Lincoln; Everton Costa (Roberto) e Leonardo. Técnico: Marcelo Oliveira.

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Edilson, Gilberto Silva, Werley e Pará; Elano, Vilson, Fernando, Léo Gago e Zé Roberto (Marquinhos); André Lima (Marquinhos) e Marcelo Moreno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GOLS - Ayrton, aos 15, André Lima, aos 18, e Leonardo, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Willian e Pereira (Coritiba); Pará, Werley e André Lima (Grêmio).

ÁRBITRO - André Luiz de Freitas Castro (GO).

RENDA - R$ 384.828,00.

PÚBLICO - 17.619 pagantes.

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCoritibaGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.