Gol serviu como redenção para Vertonghen na Bélgica

Na estreia do time belga no Mundial, o zagueiro fez um pênalti na Argélia, e na segunda partida teve que ficar no banco de reserva

Felipe Rosa Mendes, Agência Estado

26 de junho de 2014 | 21h07

O único gol da Bélgica na vitória sobre a Coreia do Sul, nesta quinta-feira, teve sabor especial para Jan Vertonghen. Para o zagueiro, improvisado como lateral no jogo no Itaquerão, o gol simbolizou sua superação depois de quase prejudicar a classificação belga no Grupo H da Copa do Mundo por cometer um erro bobo logo na estreia.

Contra a Argélia, Vertonghen fez pênalti em Feghouli e obrigou a Bélgica a buscar a virada na rodada de abertura do Grupo H. "Sem dúvida, aquele erro teve um papel importante no jogo contra a Argélia. Tentamos terminar o jogo da melhor maneira possível. Na segunda partida, eu fiquei no banco", disse o defensor, nesta quinta-feira.

Diante dos sul-coreanos no Itaquerão, já aos 32 minutos do segundo tempo, Vertonghen marcou o único gol da partida e definiu o placar. "Não tem como descrever o que senti, quando fiz o gol e fui até a torcida para comemorar com o pessoal da nossa delegação", comemorou o defensor, ao citar os integrantes do corpo técnico da Bélgica.

"Acho que eu tinha que compartilhar essa emoção porque eles trabalharam muito por nós e eles deveriam aproveitar esses momentos. A vitória nos dá muito confiança porque terminamos a fase de grupos com nove pontos. E fizemos isso com apenas 10 jogadores (Defour foi expulso)", celebrou o jogador, eleito o melhor da partida disputada em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.