Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Goleada não ilude jogadores do Palmeiras

A goleada sobre o União São João não iludiu os jogadores do Palmeiras. Após o jogo, o comentário de que o time ainda não conseguiu nada e vai definir seu futuro na Série B apenas nas próximas fases marcou a maioria das declarações. Sábado, a equipe volta a campo no Parque Antártica para enfrentar o Sport. Magrão e Gláuber, suspensos, ficarão de fora. ?O resultado foi muito importante porque nos dará uma semana de tranquilidade para trabalhar. Mas, como já disse, ainda não ganhamos nada. Só quero dizer que a Série B não é tão fácil assim como muitos imaginam. Só ganhamos bem porque respeitamos o União. Claro que quero terminar a fase de classificação na primeira colocação, mas o grupo não está empolgado com o que aconteceu até o momento", disse Magrão. O técnico Jair Picerni apresentou um discurso semelhante ao do volante. "Não ganhamos nada e ainda não somos nada. Estamos buscando nosso espaço aos poucos e o time ainda precisa de uma maior afirmação. Conseguimos uma vitória tranqüila e o comportamento foi bom. Mas cada partida tem uma história diferente." Para Picerni, a preocupação com a marcação de pontos no momento não pode ser colocada em primeiro plano. "Temos que ajustar algumas coisas para tranqüilizar ainda mais a torcida. Hoje fui xingado de burro quanto tirei o Vágner para colocar o Adãozinho mesmo com o placar mostrando 4 a 0. Esse fato retrata que aqui as cobranças sempre serão fortes. Mas respeito o torcedor, que paga e tem o direito de exigir." O meia Diego Souza, que retornou ao time após defender a seleção brasileira no Pan-Americano, dedicou o resultado à torcida. ?Ela é maravilhosa e merece toda nossa força e dedicação. Mas o resultado não se deve apenas a mim e sim a todos do grupo." O zagueiro Daniel acredita que mais importante que a classificação para a segunda fase foi a boa atuação em casa. ?Fomos bem, mas poderíamos ter ido melhor." No União, o conformismo do técnico Roberto Cavalo refletiu a diferença entre as equipes. ?Parabéns ao Palmeiras, uma grande equipe e com uma ótima estrutura. Vamos levantar a cabeça porque ainda faltam cinco jogos, mas será difícil evitar o rebaixamento."

Agencia Estado,

23 de agosto de 2003 | 19h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.