Goleador, Borges diz que críticas o motivaram no Grêmio

'Eu acho que a crítica, quando é construtiva, nos traz tranquilidade e motivação', analisa o atacante

AE, Agencia Estado

08 de fevereiro de 2010 | 11h45

Autor de três gols na vitória de 5 a 1 sobre o Universidade, em Canoas, no resultado que deixou o Grêmio na liderança do Grupo 1 do Campeonato Gaúcho, o atacante Borges afirmou que as críticas recebidas após a derrota para o Internacional, por 1 a 0, e o empate com o São Luiz, por 1 a 1, na última quarta-feira, o motivaram a fazer uma bela atuação no último domingo.

"Eu acho que a crítica, quando é construtiva, nos traz tranquilidade e motivação. A gente tem que aprender com essas coisas. A cobrança é para jogadores que são grandes e têm que saber absorver. Isso faz parte de todo grande jogador e o Grêmio não pode se satisfazer com pouco, tem que buscar sempre os melhores resultados", ressaltou Borges, que comemorou a contratação do meia Douglas, que fez a sua estreia com a camisa gremista no último domingo.

"O Douglas é um grande jogador. É um cara que teve uma passagem muito boa pelo Corinthians. Foi campeão da Copa do Brasil, do Campeonato Paulista. É um jogador que tem uma visão para enfiar uma bola para um atacante, como o Hugo também sabe fazer. O Grêmio buscou mais um grande jogador para colocar o time onde ele merece", reforçou Borges, que assumiu a vice-artilharia do Campeonato Gaúcho com os gols que marcou no domingo.

O jogador, porém, fez questão de dividir os méritos de sua atuação com os companheiros de equipe. "Independentemente de quem está fazendo gol, o mais importante é que não está tendo vaidade (na hora de finalizar as jogadas). E o mais importante é que o Grêmio está saindo vencedor", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.