Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Artilheiro, Alecsandro estreia neste domingo pelo Palmeiras

Atacante é o terceiro maior goleador da história dos pontos corridos

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2015 | 18h20

O atacante Alecsandro vai estrear pelo Palmeiras neste domingo. Seu nome apareceu no BID e ele tem condições legais de estrear pelo Alviverde. O jogador de 34 anos chega com números bastante chamativos em relação a número de gols e já afirmou que está preparado e consciente da cobrança que receberá no novo clube. Brincando, o terceiro maior goleador da história do Brasileiro de pontos corridos disse que se tivesse sido contratado para outros afazeres, que não marcar gols, não estaria tão confiante.

"Sei da minha responsabilidade, tive uma conversa com a diretoria e eles me passaram a importância da contratação. Falei para o Cicero (Souza, gerente de futebol) que se eles tivessem me contratando pra fazer comida ou dar uniforme para os jogadores, eu estarei preocupado de não conseguir fazer bem isso, mas para fazer gols, podem ficar tranquilos", disse, deixando de lado a modéstia. 

Mas, de fato, Alecsandro sabe fazer gols. Ele foi o artilheiro do Flamengo no ano passado, com 21 gols e deixou o clube carioca como artilheiro deste ano, com 11. Na história do Brasileiro em pontos corridos - desde 2003 - já fez 95 gols, número que o deixa atrás apenas de Fred (107) e Paulo Baier (106). Pelo Flamengo, foram 32 gols em 73 gols. Pelo Atlético-MG marcou 11 gols em 50 jogos. Vasco (38 em 96). Internacional (56 em 118). Cruzeiro (26 em 46), Ponte Preta (6 em 14), Sport (3 em 17) e Vitória (26 em 70).

Durante a entrevista de Alecsandro, Evair estava no Allianz Parque fazendo um tour com torcedores na arena. O novo reforço alviverde brincou com a situação. "Teve um atacante que resolveu esse problema de falta de gols da equipe. Se ele tiver por aí, eu queria tocar nele para pegar os fluídos. Na infância eu gritava o nome do Evair. Falar que vou resolver é muito forte, mas com certeza vou tentar ajudar meus companheiros.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.