Leonardo Soares/AE
Leonardo Soares/AE

Goleiro Bruno, do Flamengo, é suspeito de crime em MG

Jogador estaria envolvido no desaparecimento de uma mulher que teria tido um filho seu

EDUARDO KATTAH, Agência Estado

26 de junho de 2010 | 21h33

BELO HORIZONTE - A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou inquérito para apurar o desaparecimento de Eliza Samudio, de 25 anos, mãe de um menino de quatro meses que seria filho do goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes. Conforme investigações preliminares da Delegacia de Homicídios de Contagem, a estudante estaria desaparecida há cerca de três semanas. A delegada Alessandra Wilke não descarta a hipótese de assassinato. Segundo ela, o goleiro será intimado a prestar depoimento nesta semana.

No fim da noite de sexta-feira, a mulher de Bruno, Dayane Souza, foi presa em flagrante sob a acusação de subtração de incapaz. O filho de Eliza estaria sob seus cuidados. Dayane já foi liberada.

O suposto filho de Bruno só foi localizado na madrugada deste sábado em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte. A delegada disse que "um conhecido (de Bruno) ficou encarregado de esconder essa criança". Segundo a delegada, "tanto Bruno quanto a sua mulher negavam saber do paradeiro do bebê" e "Eliza já havia prestado queixa contra Bruno por agressão".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoBrunocrimeMinas Gerais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.