Nilton Fukuda/ Estadão
Nilton Fukuda/ Estadão

Bruno escreve carta de despedida e encerra contrato com Palmeiras

'São 18 anos com essa camisa, uma história enorme', diz goleiro

DANIEL BATISTA, Estadão Conteúdo

15 de dezembro de 2015 | 16h25

O goleiro Bruno não terá seu contrato com o Palmeiras, que se encerra no próximo dia 31, renovado. Por isso, já é certa sua saída do clube. Campeão Paulista de 2008 e da Copa do Brasil de 2012, ele estava no Santa Cruz nesta temporada, mas ainda tendo vínculo com o time alviverde, com quem teve contrato por 18 anos. Em seu adeus, o goleiro publicou uma carta de despedida para a torcida.

"Eu sabia que um dia esse momento chegaria. Tentei me preparar, mas é muito difícil. Nenhum de vocês imagina. No fim deste ano, um ciclo se encerra em minha vida. São 18 anos vestindo essa camisa, uma história enorme, uma vida inteira", escreveu o goleiro, que ainda não divulgou onde jogará no ano que vem.

Bruno apareceu como um dos sucessores do goleiro Marcos, mas nunca conseguiu corresponder às expectativas. O seu melhor momento com a camisa alviverde foi justamente em seu último título, quando acabou sendo eleito o melhor goleiro da Copa do Brasil de 2012. Seu pior momento foi em 2013, quando o Palmeiras acabou sendo eliminado na Libertadores pelo Tijuana, após falha do goleiro, e ele foi considerado por torcedores e parte da imprensa como um dos responsáveis pela queda alviverde.

"Serei grato ao Palmeiras por tudo que sou, tudo que tenho e pelo homem que me tornei. Afinal, foi lá dentro que eu cresci. Jamais me esquecerei de um segundo sequer vivido dentro deste clube. Podem ter certeza: ninguém foi mais feliz nas alegrias, e nem mais triste nos momentos ruins, do que eu", garantiu.

O goleiro ainda prometeu um dia voltar ao Palmeiras, mesmo que não mais como atleta. "Não vou dizer adeus porque isso não é uma despedida. É um até logo, pois, mesmo que não como jogador, a vida e o tempo se encarregarão de me trazer de volta. O Palmeiras é e sempre será a minha casa, e da nossa casa a gente nunca esquece. Pode até demorar, mas sempre voltamos."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasBruno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.