Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Goleiro Bruno faz propaganda de canil e cria polêmica na internet

Jogador foi condenado pela morte da modelo Eliza Samudio e investigações apontaram que os restos mortais dela foram comidos por cães

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2020 | 10h00

O goleiro Bruno Fernandes tem sido alvo de muitas críticas na internet após publicar em sua página no Instagram um anúncio de um canil. O ex-atleta de Flamengo, Atlético-MG, Corinthians, entre outros, foi condenado pela morte da modelo Eliza Samudio. Investigações apontaram que os restos mortais da namorada foram comidos por cães. Ele foi condenado, pagou parte da pena preso, mas agora está em liberdade condicional.

"Tive o grande prazer de conhecer um canil incrível da raça do meu "filho" Booba. American Bully.. Queria agradecer pela receptividade e parabenizar pelos lindos animais que vocês tem lá!! Esses da Foto são Estrela e Cristal, e também levei meu Boobinha pra conhecer novos amigos e brincar bastante!! Encontro muito produtivo!!", diz a postagem publicada pelo goleiro na rede social. 

Após a polêmica, Bruno decidiu se manifestar em seu Instagram, alegando que estava apenas fazendo visita para um amigo dono de um canil e que um dos cachorros na foto é dele. Mesmo assim, o goleiro continuou sendo criticado pelos internautas. O Estadão entrou em contato com advogados para saber se há algo ilegal na postagem do goleiro . Todos negaram que exista algum crime e um deles explicou: "Temos que separar o direito do moral. No direito não há nada que proíba ele fazer isso. Não há nada ilegal. Mas tem a questão moral. O controle social. A partir do momento que ele faz isso, a marca atrelada deve sofrer uma rejeição social", explicou Thiago Demiciano, advogado, professor e doutorando pela PUC-SP.

Bruno tem 35 anos e foi condenado a 22 anos e 3 meses pela morte da modelo, com quem teve um filho. O crime ocorreu em 2010 e, desde o ano passado, ele cumpre a pena em regime semiaberto. Desde então, Bruno tenta voltar a jogar futebol. Ele chegou a acertar com o Poços de Caldas-MG, Fluminense de Feira-BA e Operário-MT, mas os  dirigente decidiram desistir do negócio após pressão de torcedores locais. 

Em seu Instagram, que é fechado (apenas autorizados que o segue conseguem ver as postagens), Bruno tem publicado vídeos e fotos treinando, imagens com sua mulher e também alguns anúncios. Além do canil, recentemente ele fez propaganda para luvas de goleiro.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.