Ina Fassbender/Reuters
Ina Fassbender/Reuters

Goleiro da Alemanha Robert Enke morre aos 32 anos

Jogador foi atropelado por um trem nas imediações de Hannover; ele era uma dos nomes para a Copa 2010

Agências Internacionais

10 Novembro 2009 | 17h59

Uma tragédia assolou a Alemanha nesta terça-feira. O goleiro Robert Enke, da seleção alemã e do Hannover, morreu aos 32 anos após ser atropelado por um trem, informou a polícia local.

 

Veja também:

especialConfira as seleções classificadas para a Copa de 2010

 

As autoridades ainda não definiram a causa da tragédia.

 

Ainda de acordo com fontes da polícia de Hannover, o incidente ocorreu por volta das 18h25 locais (15h25 de Brasília) em uma ferrovia nas imediações da cidade, do norte da Alemanha.

 

Enke não vinha jogando pela seleção por conta de uma infecção intestinal e também não tinha sido chamado pelo técnico Joachim Löw para os amistosos com Chile e Costa do Marfim, em 14 e 18 de novembro.

 

No entanto, Löw deixou claro mais de uma vez que contava com o jogador para o grupo que disputará o Mundial de 2010.

 

Oito vezes chamado para a seleção, Enke nasceu em 24 de agosto de 1977, em Jena, e começou a carreira no Carl Zeiss, de sua cidade natal, antes de defender o Borussia Mönchengladbach. Ele passou ainda por Benfica (1999-2002), Barcelona (2002-2003), Fenerbahce (2003), Tenerife (2004) e Hannover 96 (desde 2004).

 

Ele era casado e em 2006 perdeu sua filha Lara, então com dois anos, vítima de uma parada cardíaca.

 

Atualizado às 18h22 para acréscimo de informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.