Goleiro Deola estreia no Palmeiras contra Ponte Preta

Jogador ganhou uma vaga no time porque Marcos sofreu uma lesão e Bruno já viajou para a Bolívia

Daniel Akstein Batista, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2009 | 20h52

 SÃO PAULO - Uma parte do Palmeiras, a dos titulares, viajou na sexta-feira para a Bolívia, em preparação ao jogo de volta da fase preliminar da Copa Libertadores, na quarta-feira, contra o Real Potosí. Uma outra parte ficou em São Paulo para enfrentar a Ponte Preta, neste domingo, às 17 horas, em Campinas, em busca dos 100% de aproveitamento no Estadual. O jogo terá cobertura online do estadao.com.br.Veja também: Paulistão 2009 - Tabela e classificaçãoConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Quem ainda não viajou - parte para a Bolívia na segunda - tenta fazer bonito contra o time campineiro. O duelo também será especial para o goleiro Deola. Dia de estreia.O camisa 22 ainda não atuou na equipe principal do Palmeiras. Desde 2000 no clube, o atleta de 25 anos perambulou por várias outros times em temporadas passadas, como Sertãozinho, Guarani, Barueri e Juventus. "Saí mais para ganhar experiência e poder voltar bem", explicou. "Agora estou pronto para aguentar qualquer pressão".Deola ganhou uma chance neste domingo porque Marcos sofreu uma lesão na partida de quinta passada (5 a 1 no Potosí) e Bruno, reserva imediato, viajou para a Bolívia. O goleiro promete tentar seguir os passos de seu ídolo (Marcos) e também do amigo Bruno. "Nós dois subimos juntos para o profissional. Agora estou tendo minha chance de jogar", comemorou. "É legal participar da história do clube. E pego alguns conselhos com o seu Valdir (Joaquim de Moraes, integrante da comissão técnica) para entrar em campo tranquilo".O goleiro vive momento importante. Profissional e pessoal. Há uma semana teve a primeira filha, Letícia. "É filha nascendo, eu podendo jogar...", vibrou. "Se eu fizer uma boa partida, vai ser meu grande momento". Palmeiras Deola; Maurício Ramos, Jéci e Danilo; Wendel, Sandro Silva, Jumar, Evandro e Jefferson; Lenny e Max. Técnico: Vanderlei Luxemburgo Ponte PretaAranha; Nêgo, Marinho, Gum e Rodrigo Ninja; Deda, William, Leandrinho e André; Danilo Neco e Savoia.Técnico: Sérgio SoaresÁrbitro: Wilson Luiz Seneme.Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).Horário: 17 horasTV: Globo e BandeirantesPalmeiras e Ponte Preta se reencontram pela primeira vez após a final do Paulista do ano passado. Na ocasião, a torcida alviverde fez a festa com o fim de jejum de 12 anos sem conquistar o Estadual. Neste domingo, Luxemburgo colocará em campo apenas dois titulares, os zagueiros Danilo e Maurício Ramos. "Ele (Luxemburgo) achou melhor deixar a gente aqui para jogar", disse Danilo, explicando porque não foi para a Bolívia com antecedência. "Acho que ele tomou a decisão certa".O Palmeiras tenta a quarta vitória na competição. A formação do time será parecida com a que esteve em campo nos 3 a 0 sobre o Marília. Quem atuar vai querer mostrar serviço. "Ninguém pode abaixar a cabeça e achar que está no segundo grupo", disse Lenny "Temos de fazer nosso papel para mostrar que todos estão bem, para o professor saber que tem jogadores à disposição".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.